Quarta-feira, 30 de Junho de 2010
Arrastões já não são notícia

"No sábado à noite, um grupo de cerca de 40 pessoas provocou o alarme num comboio na Linha de Cascais, com assaltos e desacatos num comboio que circulava no sentido Lisboa-Cascais, sendo que 15 foram levados para a esquadra e só três ficaram detidos.

O grupo era oriundo de Sacavém e terá entrado numa das estações próximas das praias da linha de Cascais, começando a provocar desacatos e a fazer ameaças, tendo feito pelos menos dois roubos, explicou o oficial de serviço no Comando Metropolitano da PSP de Lisboa no sábado à Lusa.

"Furtaram uma bolsa com dinheiro e um telemóvel, segundo as testemunhas ouvidas, mas admitimos que possa ter havido mais roubos, porque as pessoas foram saindo nas estações”, adiantou."

 

 

Um grupo de 40 "jovens" entra nos comboios da Linha de Cascais ameaçando e roubando todos quantos lhe aparecem pela frente. Já passa despercebido, é assim o Portugal do Sec. XXI.



publicado por thestudio às 00:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 9 de Junho de 2009
Polícia prende, Juíz liberta

 

Felizmente nem todos são racistas, como é o caso de um juíz do Barreiro que mandou libertar o Banana Afro-Português, membro de um perigoso gang, após ter sido detido em flagrante, alegando a sua tenra idade. Banana tem apenas 21 anos.

 

 

"Anteontem, avançaram para os CTT e ameaçaram toda a gente – até um bebé de colo. Após três quilómetros de fuga, foram encurralados na Quinta da Lomba. As detenções da PSP foram feitas após tiros de intimidação.

 

 

Um juiz do Tribunal do Barreiro decidiu ontem libertar ‘Banana Preto’, como é conhecido o suspeito de pertencer ao perigoso gang do multibanco. E o argumento para soltar este assaltante, anteontem apanhado em flagrante pela PSP depois de ter roubado os CTT do Barreiro, foi o da tenra idade, 21 anos"

 

 

Concordo inteiramente com o juíz. Acho que até aos 79 anos todos se pode recuperar. A partir dos 80 é que é mais complicado. Recuperação poderá já não ter alguém em quem o Banana mande um tiro, mas estou certo que o juíz não o tem por vizinho, pode dormir descansado.

 



publicado por thestudio às 02:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 14 de Maio de 2009
São Louçã padroeiro dos criminosos

 

Bíblia do Politicamente Correcto

 

O Novíssimo Testamento, Salmo I - São Louçã, padroeiro dos criminosos

 

 

Era uma manhã ensolarada. Louçã conduzia a sua viatura por uma estrada rodeada por arbustos e árvores floridas, que serpenteava entre prados verdes. Louçã não era ainda santo. Por esta altura Louçã, Chico para os amigos, era ainda apenas e tão somente o líder de um pequeno grupelho fundamentalista. No entanto, esta mesma manhã, a sua vida iria mudar.

 

Kilómetros à frente, um jovem Afro-Português jazia estendido no alcatrão quente da estrada. Uma viatura aproxima-se, e quando dão pelo jovem jazendo imóvel no asfalto, a viatura pára e um casal sai apressadamente do carro para o socorrer. Nesse momento o jovem levanta-se de arma em punho, e dos arbustos e árvores circundantes salta um bando armado de caçadeiras e pistolas automáticas. Era uma emboscada. Carjacking. O casal é barbaramente agredido, a mulher é violada e roubam-lhes todos os bens antes de os abandonarem inanimados e cobertos de sangue.

 

No instante em que o bando se preparava para entrar no carro acabado de roubar com o intuito de assaltar uma gasolineira, o carro dirigido por Louçã chega ao local. Louçã interrompe então o sermão sobre as virtudes do casamento gay que dirigia aos prosélitos que o acompanhavam e diz-lhes "venham, precisamos ajudar as vítimas".

 

Louçã dirige-se então ao gang e diz-lhes "Irmãos, estou aqui para vos ajudar. Vós sois as vítimas do neo-liberalismo, das políticas do governo e da falta de apoio social". Os membros do gang entreolharam-se e Louçã continuou dirigindo-se ao mais jovem, um jovem a quem chamavam Antonino,  "tu irmão, andas aqui apenas porque não tens emprego". E o jovem retorquiu-lhe num dialecto chamado Crioulo: "Mano, eu trabalhar? Você está louco? Além disso tenho 13 anos, não tenho idade legal para trabalhar". Louçã afastou com os pés o casal ensanguentado para trás de um arbusto fora da vista de todos e dirigindo-e a outro membro do gang diz-lhe: "irmão, tu estás aqui porque vives num bairro degradado". O jovem ficou pensativo por uns instantes como que meditando "toda a gente diz que o nosso bairro há 20 anos era muito bonito... mas depois partimos tudo. Ainda ontem incendiamos mais uns automóveis e uns contentores. Sim, está tudo destruido, tudo degradado. Sim, é um bairro degradado." Outras pessoas que foram chegando entretanto espantaram-se com a sabedoria do mestre. Uma delas perguntou então "o que é aquilo ali a sair de trás do arbusto, uma mão ensanguentada?" Louçã fuzilou-a com o olhar e gritou colérico "racista, xenófobo". Os seus discípulos, com um olhar vazio gritaram em uníssono "racista, xenófobo". Essa pessoa nunca mais teve coragem de abrir a boca.

 

 

Louçã dirigiu-se então aquele que pela reverência com que os outros o tratavam parecia o líder do gang, um jovem a quem chamavam Quinito, e disse-lhe: "Tu estás aqui por causa da crise causada pelo neo-liberalismo, não tens emprego". Quinito olhou o mestre de alto a baixo e disse-lhe "eu tenho emprego, sou mecânico". Mas Louçã não desistiu e insistiu "sim, mas estás aqui porque és pobre".  Quinito ficou pensativo, admirado com a sabedoria do mestre e perguntou-lhe " viu as minhas páginas pessoais no Facebook, Hi5 e Myspace?".

Fez-se um silêncio. Quinito, o líder do gang, baixou a cabeça e concedeu perante a sabedoria do mestre "sim, é verdade. Eu tenho uma colecção de carros de luxo.. tenho  Ferraris, Porsches... mas não tenho um iate ou um jacto privado. É por isso que ando aqui, sou pobre"

 

 

Este foi o primeiro milagre de Louçã, que mais tarde viria a repetir muitas vezes. Louçã conseguia transformar qualquer assassino, pedófilo ou violador em vítima da crise neo-liberal. E assim ficou conhecido por São Louçã, padroeiro dos criminosos.

 

 

 

 



publicado por thestudio às 19:22
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 6 de Abril de 2009
Imigração: casos de integração de sucesso

Uma das questões associadas com o problema da imigração é a questão da integração. Porém, há muitos casos de integração de sucesso e muitas histórias que têm um final feliz, como é o caso deste jovem. Mesmo sem ter frequentado o secundário com aulas dadas em Crioulo, como defendia Miguel Portas, o jovem integrou-se em pleno nas comunidades maioritárias da periferia de Lisboa como se pode ver: "Grande Lisboa: Onda de violência e roubos em Sintra e na Amadora. Rápidos, muito organizados, extremamente violentos (...) o grupo armado que anteontem à noite assaltou três estabelecimentos em 15 minutos, sequestrou e lançou o pânico entre os clientes. De acordo com as vítimas, os assaltantes, três negros e um branco, usaram luvas brancas e agiram sempre encapuzados."

 

 



publicado por thestudio às 20:01
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 19 de Agosto de 2008
Taxas de criminalidade: Portugueses vs. Estrangeiros

Recentemente, os blogs da Esquerda Caviar, como o Arrastão e o 5Dias, divulgaram "estudos" segundo os quais a taxa de criminalidade entre os estrangeiros seria igual à dos cidadãos nacionais. Sinceramente, eu não acredito nestes estudos. para o provar, façamos uma resenha dos mais recentes casos mediáticos.

 

- Quinta da Fonte: Cidadãos Portugueses de etnia cigana envolvem-se num tiroteio com cidadãos Portugueses de origem africana. Resultado, cerca de uma dezena de feridos.

 

- Abrançalha-de-Baixo: Um grupo de cidadãos Portugueses de etnia cigana conhecido como "talibans" que tem vindo a aterrorizar a localidade, ataca a polícia e rouba uma "shotgun" aos agentes da PSP. Há um tiroteio num café da localidade, o corpo de intervenção é chamado a intervir e os talibans fazem vários reféns. Acabam por se entregar, tendo havido apenas um ferido grave entre as forças policiais.

 

- Coimbra: Ao longo da semana passada ocorreram vários tiroteios num bairro da cidade entre clãs de cidadãos Portugueses que se pensa estarem relacionados com o controlo do tráfico de droga.

 

- Quinta do Mocho: Um grupo de cidadãos Portugueses de origem Cabo-verdiana fortemente armados atravessam o bairro em dois automóveis efectuando numerosos disparos, tendo causado sete feridos, dois em estado grave. Como resposta, um grupo de cidadãos Portugueses de origem Guineense assassinou uma pessoa e efectuaram vários disparos enquanto procuravam pelos outros.

 

A contrabalançar tudo isto, há apenas a tentativa de roubo a um banco perpetrada por dois Brasileiros, que acabaram por ser as únicas vítimas.

 

 

Perante estes dados, parece que o Rui Tavares, Daniel Oliveira e companhia sofreram um ataque de nacionalismo agudo e equipararam as taxas de criminalidade entre nacionais e estrangeiros. Há imensas velhinhas Inglesas a gozar a sua reforma no Algarve e nunca ouvi que elas tenham sido responsáveis por crime violento. Camaradas, os principais responsáveis por crime violento são cidadãos Portugueses, isto é um facto! Não os queiram comparar com os estrangeiros.

 

 

 

 

 



publicado por thestudio às 04:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 24 de Junho de 2008
Cobertura do arrastão de St. Amaro de Oeiras de Junho de 2008

Violência, ataques contra as forças policiais presentes e limpeza dos bens alheios dos restantes banhistas voltaram a acontecer no passado fim de semana, na praia de Santo Amaro de Oeiras. O jornalista da SIC presente no local deu um bom exemplo do que é o jornalismo hoje em dia em Portugal. Tentou ocultar a origem étnica dos energúmenos, ignorou a existência de vítimas e percorreu a praia à procura de alguém que pudesse testemunhar um eventual excesso policial. Pelas palavras do jovem Brasileiro entrevistado, depreende-se que se houve algum excesso policial foi apenas excesso de velocidade enquanto fugiam dos arruaceiros.

 

No Blasfémias está em curso uma longa discussão sobre se se justifica ou não a identificação dos grupos de vândalos envolvidos. Se se tratassem de grupos de skinheads ou de claques de futebol, ninguém discutiria que a identificação dos grupos envolvidos seria fundamental para a notícia. No entanto, tratando-se gangs de jovens de etnias africanas, há muito quem defenda que tal informação não é mais relevante que informar se os arruaceiros usam ou não piercing. O mais caricato é que, ao insistir tanto que a informação sobre a origem racial não deve ser revelada pois não é importante, acabam por provar o contrário: que é importante e por isso a querem ocultar.

 

Numa democracia, os jornalistas devem fornecer aos leitores todos os factos de forma idónea, isenta e imparcial. Cabe aos leitores avaliar os factos e tirar as suas próprias ilações.

 

Numa ditadura, os factos inconvenientes são censurados e os restantes são devidamente tratados pelo jornalista por forma a manipular a opinião dos leitores.

 

Em termos jornalísticos, Portugal está muito mais próximo de uma ditadura que de uma democracia propriamente dita.

 

 



publicado por thestudio às 14:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 28 de Novembro de 2007
Portugal no pódio Europeu
Portugal surge em terceiro lugar no ranking dos países da União Europeia (UE) onde mais aumentou o número de crimes violentos e de roubos na década de 1995 a 2005.

Os dados, a que a edição desta quarta-feira do Diário de Notícias alude, são do Eurostat, entidade responsável pelas estatísticas da UE, que regista, para o nosso país, um crescimento na ordem dos cinco por cento para o crime violento, que engloba violência contra as pessoas, roubo com violência e crimes sexuais.


À frente, no crescimento, surge a França (7%), seguida da Holanda (6%).

A rapaziada da Cova da Moura e companhia está de parabéns, acabam de catapultar Portugal para os pínáculos da Europa! Claro que com a Guerra Civil em França e com a Guerra Civil na Holanda era quase impossível chegar a um dos dois primeiros lugares. De qualquer forma, não há que lhes regatear felicitações e que venham mais. Portugal precisa deles.





publicado por thestudio às 02:48
link do post | comentar | favorito

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

Arrastões já não são notí...

Polícia prende, Juíz libe...

São Louçã padroeiro dos c...

Imigração: casos de integ...

Taxas de criminalidade: P...

Cobertura do arrastão de ...

Portugal no pódio Europeu

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSTag criminalidade