Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

politicaxix

politicaxix

18.Out.07

Censura no Arrastão




    Dizem as más línguas que o BE se prepara para ser a muleta do PS em 2009 caso este não consiga a maioria absoluta. Nesse caso, talvez o Daniel Oliveira se esteja a posicionar para ser um dos boys responsáveis pelo controlo da informação. Ou pelo menos sempre se pode candidatar à PSP da Covilhã. Numa atitude que certamente seria aplaudida pelo executivo de Sócrates, o lápis azul do Daniel riscou o meu comentário a este artigo.

    O artigo refere-se a um estudo efectuado em Inglaterra onde se conclui que, os trabalhadores imigrantes são mais qualificados e trabalham mais horas que os trabalhadores Ingleses, contribuindo assim positivamente para economia. O que o Daniel se "esqueceu" de dizer foi que este estudo se refere a imigrantes de leste, qualificados, e que normalmente trabalham arduamente no país de acolhimento por alguns anos para que possam regressar aos seus países onde podem usufruir uma vida desafogada com o dinheiro que amealharam. Naturalmente que este tipo de imigração é positivo para a economia do país de acolhimento.

    Não sei porque razão os autores do Causa Nossa ou do 31 da Armada consideram o Daniel Oliveira como uma pessoa intelectualmente desonesta, mas a verdade é que o Daniel pretendia meter todos os imigrantes no mesmo saco. E pretendia alargar a conclusão aos imigrantes indiferenciados (muitos deles analfabetos), dependentes da Segurança Social e do Serviço Nacional de Saúde, dependentes da habitação Social que frequentemente nem encontram emprego. Imigrantes que pouco ou nada contribuem para o país mas que constituem um peso imenso para todo o sistema de apoio Social.

    Aliás, já há alguns anos Tony Blair afirmara que o Reino Unido iria passar a acolher apenas os imigrantes que possam dar um contributo positivo ao país e não apenas ser um peso para a Segurança Social. Aliás, é evidente para qualquer pessoa minimamente séria que os imigrantes não são todos iguais: alguns dão um contributo positivo para o país de acolhimento, outros dão um contributo negativo. É para isso que existem leis de imigração e que devem ser respeitadas.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2006
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2005
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D