Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

politicaxix

politicaxix

14.Fev.05

Ser de Esquerda

De tempos em tempos, ouvem-se uns indivíduos por aí, seja na televisão, rádio, jornais ou mesmo no café, proclamar com orgulho: "Eu sou de Esquerda"! Mas que raio significa afinal "ser de Esquerda?".

Poderiam identificar qual a ideologia que professam. Poderiam dizer simplesmente "Sou um Marxista-Leninista", o que significaria que são adeptos da ideologia Marxista e do modelo aplicado por Lenine. Seria claro, e quem não soubesse o que é o Marxismo ou qual o papel de Lenine poderia sempre consultar um livro e ficar esclarecido. Mas não. Esses indivíduos inteligentes, cultos e sábios optam por uma obscura e misteriosa frase: "Sou de Esquerda". Afinal que ideologia defendem? Afinal o que é "ser de Esquerda"?

A resposta não é óbvia, pois a própria pergunta é capciosa. "Ser de Esquerda" não significa defender uma qualquer ideologia ou ponto de vista político. Ser de Esquerda é uma forma de estar na vida. Ser de Esquerda é ir fumar charros para o Bairro Alto, gostar de participar em manifestações contra qualquer coisa mesmo que não se saiba muito bem o quê, não usar nunca fato nem gravata, criticar sempre a Direita sem se saber muito bem porquê e, sobretudo, manter aquela pose de intelectual e tentar fazer passar a imagem que se percebe alguma coisa de política ou do que quer que seja.

Ser de Esquerda é fixe e está na moda. É como ser uma tia de Cascais em versão intelectual. E sobretudo há a vantagem de não se poder ser atacado do ponto de vista ideológico porque a Esquerda não é uma ideologia e não há nada para defender. E há também a vantagem de se sentir seguro dentro de um rebanho que não pode ser criticado porque está na moda.

Ser de Esquerda é manter aquele ar de superioridade, de erudito e, quando alguém quiser debater ideias, responder apenas "Voto Bloco porque sim"*


* Fiz uma sondagem entre os meus conhecidos sobre qual o partido em que vão votar e porquê. Alguns, aos quais eu não conhecia quaisquer ideias políticas, responderam orgulhosamente que iam votar BE. Mas quando questionados porquê, visivelmente incomodados, responderam apenas "Porque sim".

2 comentários

Comentar post

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2006
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2005
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D