Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

politicaxix

politicaxix

12.Mar.05

Antobin Vitorinladen

bigvitorino.jpg
António Vitorino, grande defensor do terrorismo internacional


O Socialista António Vitorino, num discurso verdadeiramente patético, defendeu hoje o terrorismo Islâmico em entrevista à RTP 1. Começou por explicar, qual educador das massas, que os atentados, apesar de perpetrados por imigrantes, não estão relacionados com a imigração. Faltou-lhe explicar como é que os terroristas, caso não fossem imigrantes e não se encontrassem em Espanha, teriam cometido os atentados. Mas isso também seria pedir demasiado.

Continuou a sua dissertação explicando ao povo inculto que a culpa dos actos terroristas não é dos terroristas. A culpa é sim da pobreza em que vivem e da exclusão social que sofrem. Como se para se contradizer a si próprio em bom estilo bloquista, disse ainda que alguns destes terroristas (bem como o fundamentalista que assassinou um realizador holandês) eram aparentemente casos exemplares de integração bem sucedida.
Exclusão afinal não existia. Quanto à pobreza, pode dizer-se que alguns dos terroristas tiraram cursos universitários em Espanha, pagos pelo estado espanhol, e que se incluiam na classe média alta, tipo os betos do Bloco de Esquerda. Aliás, este argumento de que os terroristas são terroristas porque são pobres é genial. Basta dizer que o maior terrorista de todos os tempos é o multi-milionário Bin Laden.

Portanto, se os terroristas não são culpados dos actos terroristas, há que encontrar os culpados. E os culpados são aqueles que os foram buscar aos seus países de origem e os levaram para Espanha contra sua vontade, só para os poderem excluir e os poder fazer viver na pobreza. Os culpados dos actos terroristas são portanto o povo Espanhol em geral e os Espanhóis que morreram nos atentados em particular. Quanto às vítimas dos ataques terroristas são os próprios terroristas, que, coitadinhos, se viram forçados a fazer aquilo que não queriam: a colocar bombas em combóios apinhados de gente.

Para cúmulo da injustiça, a opinião pública mundial ainda se virou contra os terroristas em vez de se virar contra os verdadeiros culpados, as vítimas dos atentados.

Quanto a este Vitorino que agora anda a roubar as ideias do Louçã, com a falta de juízo que revela poderá não ter muito futuro na política, mas certamente terá um lugar de destaque assegurado na organização de Bin Laden que tanto defende. Basta querer.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2006
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2005
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D