Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

politicaxix

politicaxix

06.Mai.05

Base ideológica do BE (1): “O Marxismo lato”

Como referi no texto anterior “Base ideológica do Bloco de Esquerda”, um dos dois grandes pilares ideológicos do Bloco de Esquerda é aquilo a que designei por “Marxismo lato”. Em rigor, o termo Marxismo deveria ser usado para designar estritamente a doutrina original de Marx. Porém, após a morte de Marx, o Marxismo original dividiu-se e subdividiu-se em numerosas correntes doutrinárias que diferem entre si na forma como interpretam os textos de Marx, ou que introduzem mesmo alterações nas ideias originais adaptando-as às opiniões pessoais dos seus criadores. Por “Marxismo lato” entenda-se então o conjunto de correntes doutrinárias que têm como base o Marxismo, mas que podem ser bastante distintas entre si.

O Bloco de Esquerda é composto por uma associação de pequenos partidos representativos destas tendências (que individualmente não teriam expressão eleitoral), constituindo assim um repositório das diversas tendências Marxistas. A corrente dominante é o Trotskismo, herança do defunto PSR, e perfilhada pelo líder Francisco Louçã. Já o número dois do BE, Luís Fazenda é um adepto do modelo de desenvolvimento Albanês inspirado na revolução de Enver Hoxha. A estes somam-se Maoistas, Marxistas-Leninistas, Estalinistas e o que mais se possa imaginar, provenientes de diversas origens e formando uma verdadeira sopa de Esquerda. O problema desta sopa é o de que as diversas tendências preconizam formas de acção distintas e por vezes contraditórias. Isto bloqueia qualquer acção no campo ideológico, pois o que quer que se faça estará sempre em contradição com as ideias defendidas por algumas das tendências. Daqui se depreende a origem do nome do partido “Bloco de Esquerda”: É a esquerda bloqueada e incapaz de agir no campo ideológico devido a contradições internas.

Na impossibilidade de assumir uma ideologia clara, o Bloco de Esquerda define-se então muito vagamente como “Socialista, Anticapitalista, Plural e Popular". Os adjectivos “Socialista” e “Anticapitalista” poderão genericamente caracterizar as ideologias de base Marxista. O adjectivo “Plural” significa que aqui cabe tudo.

1 comentário

Comentar post

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2006
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2005
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D