Terça-feira, 28 de Junho de 2005
O papá, os putos e o triciclo.
Era uma vez um senhor que nasceu pobre. O senhor era no entanto muito trabalhador e, fruto dos seus esforços, conseguiu juntar algumas economias. Um belo dia, os seus dois filhos, o Francisquinho e o Jerónimozinho, decidiram que queriam um triciclo especial de corrida cada um. O pai, que era um homem sensato, não achou por bem gastar em triciclos dinheiro essencial ao bom funcionamento da casa. O problema foi que as crianças não desarmaram: gritaram, pularam, treparam pelas paredes, puxaram cabelos, partiram vidros, enfim, fizeram a vida negra a toda agente lá no prédio. Finalmente o pai cedeu à chantagem e comprou um triciclo a cada um.

Comentando a compra dos triciclos, o pai explicou aos colegas que, fruto de muito trabalho e de muito suor seu, conseguira juntar dinheiro com que proporcionar esta alegria às crianças.
No jardim-escola, a história contada era bem diferente. O Francisquinho e o Jerónimozinho explicavam a quem os quisesse ouvir que, a compra dos triciclos era tão somente mérito da sua luta. Se não tivessem causado distúrbios, se não tivessem partido vidros, não teriam conseguido os triciclos. Os triciclos e os bens em geral, na sua óptica, conseguem-se fazendo birras e destruindo património.


Serve esta pequena história para ilustrar a tese do intelectual ex-barnabé Daniel Oliveira, segundo a qual se vive hoje melhor na Europa que há um século atrás devido às greves e aos distúrbios causados pelos comunistas. Segundo ele, é recorrendo à arruaça que as condições de vida melhoram. Esquece-se o rapaz (ou talvez os seus princípios ideológicos o impeçam de ver) que as “conquistas dos trabalhadores” se devem antes de mais a um aumento da produtividade e da criação de riqueza, a qual em última análise lhes possibilitou auferir de salários mais elevados bem como outras regalias. Se assim não fosse, aos povos famélicos de África bastar-lhes-ia fazer greves e teriam o problema da pobreza resolvido.

Imagine-se pois, o que não seria de um país onde os clássicos comunistas ou a sua versão moderna de fumadores charros chegasse ao poder. Em vez de trabalhar, a população passaria o tempo em greves, manifestações e revoluções (no caso dos trotskistas até haveria revoluções diárias) e nada se produziria no país. É por isso que fome e miséria sempre apareceram associadas ao comunismo.


publicado por thestudio às 05:48
link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários