Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

politicaxix

politicaxix

24.Jan.06

Eleições presidenciais - Vencedores e vencidos

getimage.jpg


GARCIA PEREIRA: 0,4% - VENCIDO




Nunca se compreendeu exactamente qual o papel que Garcia Pereira pretendeu desempenhar nestas eleições. Justificou a sua candidatura com o facto da candidatura de Mário Soares ser uma candidatura perdedora. Certo. Mas em que é que uma candidatura sua poderia alterar tal fatalidade? Teve 0,4% dos votos quando tivera 1,5% há cinco anos atrás e é portanto um claro perdedor.
Há no entanto a lamentar a forma como foi claramente discriminado e prejudicado pela Comunicação Social, de uma forma que não é admissível numa democracia séria.



Louca.jpg


FRANCISCO LOUÇÃ: 5,3% - VENCIDO




O demagogo Francisco Louçã foi outro dos grandes derrotados da noite. Falhou o seu primeiro objectivo, impedir a vitória de Cavaco Silva, falhou o seu segundo objectivo, conseguir o apuramento para a segunda volta, e ainda ficou claramente atrás do candidato Estalinista, Jerónimo de Sousa. Como se não bastasse, ainda desceu em cerca de 1% a votação conseguida pelo Bloco de Esquerda (cerca de 6,3%) nas últimas legislativas. Cumpriu ainda assim os seus dois objectivos inconfessos, o de angriar receitas para o seu partido e o de perfumar diariamente os telejornais com a sua retórica e o seu populismo demagógico.


jeronimo.jpg


JERÓNIMO DE SOUSA: 8,6% - VENCEDOR




Jerónimo de Sousa é claramente um dos vencedores da noite. Não apenas travou a queda gradual das votações comunistas como ainda ganhou simpatias e subiu cerca de 1% em comparação com a votação da CDU nas últimas legislativas. No confronto directo com o candidato Trotskista, venceu com grande vantagem. É certo que não conseguiu evitar a vitória de Cavaco Silva, mas também é certo que tal responsabilidade não lhe pode ser imputada.



soares10.jpg


MÁRIO SOARES: 14,3% - VENCIDO




A campanha suicida de Mário Soares valeu-lhe uma dupla derrota. Foi esmagado por Cavaco Silva e foi esmagado pelo enjeitado do PS, Manuel Alegre. Os 14% conseguidos por Mário Soares corresponderão a pouco mais que ao aparelho do PS, o que é esclarecedor quanto à nulidade do candidato. Alguém com um passado como o seu escusava de terminar a sua carreira desta forma humilhante, e se o candidato já não possuia lucidez para efectuar uma avaliação correcta das suas actuais capacidades, alguém o deveria ter feito por ele.



alegre.jpg


MANUEL ALEGRE: 20,7% - VENCEDOR




Manuel Alegre, apesar de não contar com o apoio de nenhuma máquina partidária, foi por uma larga margem o candidato mais votado da Esquerda, o que só por si constitui uma grande vitória. Não conseguiu chegar à segunda volta com Cavaco Silva, mas o seu verdadeiro desafio era contra Soares... e ganhou.



cavaco.jpg


CAVACO SILVA: 50,6% - VENCEDOR




Cavaco Silva obteve uma vitória esmagadora. Venceu em todos os distritos excepto Beja, e sozinho conseguiu mais votos que os restantes candidatos todos juntos. Se atendermos a que durante toda a campanha os seus adversários dispuseram de cinco tempos de antena para o atacar, e ele apenas de um, poderá concluir-se que Cavaco Silva obteve uma vitória em toda a linha.

8 comentários

Comentar post

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2006
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2005
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D