Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

politicaxix

politicaxix

26.Jan.06

A Joana e os resultados das presidenciais

joanamaraldias.jpg

A mandatária para a juventude da candidatura de Mário
Soares e membro da direcção do Bloco de Esquerda, Joana Amaral Dias,
pronunciou-se finalmente no seu blog “Bichos carpinteiros” sobre os resultados
das eleições presidenciais. Os leitores do referido blog, que ao longo da
campanha eleitoral acompanharam o ritmo frenético a que os textos sobre Cavaco
Silva se sucediam, terão certamente estranhado tão prolongada ausência de textos
da Joana. Há porém duas razões triviais que podem explicar tal ausência: Por um
lado, poderia ser cansaço provocado pelo alucinante ritmo a que a Joana escreveu
sobre Cavaco Silva no período que precedeu as eleições, ou então, poderia mais
simplesmente estar a digerir um grande melão que comeu no Domingo à noite.



Decididamente, a Joana não consegue compreender como é que
havendo dois candidatos tão bons, Mário Soares e Francisco Louçã, o eleitorado
foi votar em Cavaco Silva, Manuel Alegre e até mesmo no comunista Jerónimo de
Sousa. Felizmente que Garcia Pereira se candidatou à última hora, e a esse,
Soares e Louçã não deram a mais pequena chance.



A Joana começa por citar o dirigente do BE Fernando Rosas,
que na sua crónica no “Público” explicou que “a vitória estava perfeitamente ao
alcance da Esquerda
”. Refira-se que a verdadeira vocação de Rosas talvez nunca
tenha sido a de político, mas sim a de treinador de futebol, atendendo à
naturalidade com que explica como é que a sua equipa acabou goleada depois de
ter a vitória perfeitamente ao seu alcance.



Posteriormente, na sua profunda análise, a Joana encontra
as causas para os sucessos de Alegre e Cavaco. Alegre teve sucesso porque falou
e Cavaco teve sucesso porque não falou. Passo a citar, “Manuel Alegre seduziu
votos do PS, do CDS, do BE e de cidadãos descrentes
” e estes “foram na cantiga
de Alegre
”. Mas que grande malandro! Já Cavaco Silva “fez o acomodamento final
na sua mudez
”. Outro grande malandro! Com candidatos assim, é perfeitamente
natural que Soares e Louçã não tenham tido quaisquer hipóteses.



Para terminar, sugiro à Joana que, se quiser ter sucesso na
sua carreira política, siga o exemplo de Cavaco Silva e fale o menos que puder.
É que em boca fechada não entra mosca.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2006
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2005
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D