Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

politicaxix

politicaxix

11.Dez.06

Diário de Mentiras

Aproveitando o excelente trabalho de investigação do Máquina Zero, aqui fica a síntese do artigo da “jornalista” Céu Neves publicado no Diário de Notícias.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------

Foi publicado Terça-feira passada no Diário de Notícias, um artigo intitulado “Minorias discriminadas na habitação em Portugal” (1), da autoria da Jornalista Céu Neves, e que denunciava as discriminações de que são vítimas os imigrantes em Portugal, tendo como base o relatório anual do Observatório Europeu do Racismo e da Xenofobia (2).

Esta notícia foi posteriormente amplamente divulgada na Comunicação Social, sendo o Diário de Notícias citado como fonte (3).



Analisando o artigo, verifica-se que este consta de um primeiro parágrafo onde se encontra o essencial da notícia, a qual é desenvolvida nas secções subsequentes.

Neste primeiro parágrafo pode ler-se “A habitação é a principal fonte de discriminação dos imigrantes em Portugal, acusa o Observatório Europeu do Racismo e da Xenofobia (EUCM)”. Porém, ao se consultar o relatório anual do EUCM (4), não se encontra qualquer acusação a Portugal e a palavra discriminação não é usada uma única vez em qualquer parte do texto. O relatório revela sim, que os imigrantes têm grandes dificuldades em conseguir alojamento devido à precaridade dos empregos e ao elevado custo do alojamento, com base em testemunhos de ONGs, mas estas dificuldades são comuns às famílias Portuguesas.



A jornalista cita em seguida o relatório: “ “Os estrangeiros são obrigados a viver "em garagens, no local de trabalho ou nos bairros de lata dos grandes centros urbanos", denuncia-se o relatório anual daquele organismo, referente a 2005.” “.

Porém, e mais uma vez, ao consultamos o relatório, não é isso que está lá escrito. No relatório consta “Immigrants were found living in garages, in their workplaces (...)” .


A tradução da jornalista altera por completo o sentido do que se encontra escrito no relatório.
Em primeiro lugar, a jornalista usa a expressão “os estrangeiros”, referindo-se assim a todos os estrangeiros. O que se encontra escrito no relatório é algo completamente distinto. No relatório diz-se que “foram encontrados imigrantes a viver em garagens” e não que “os imigrantes vivem em garagens”.
Em segundo lugar, a jornalista acrescenta à tradução “são obrigados”, o que adultera o sentido original da frase. Se são obrigados, no presente contexto de acusações a Portugal, é porque existe dolo por parte de alguém ou de alguma entidade.


O resto do texto é um desenvolvimento do tema, havendo apenas a realçar o título da última secção “Lutar por iguais direitos”. Fica-se na dúvida se estamos perante uma notícia ou perante o programa de acção de uma força política.


Em resumo, a notícia é simplesmente falsa, a tradução contém erros grosseiros e o único objectivo parece ser o de “criar factos” para apoiar as posições de uma dada força política e as reivindicações de algumas organizações.


Ainda a este propósito, uma reportagem apresentada Sexta-feira na SIC Notícias sobre as condições de vida dos imigrantes em Portugal, foi ilustrado com o exemplo de uma família Angolana (constituida por pai, mãe e cinco filhos menores) a residir em Portugal. Nenhum dos adultos trabalha e a família é sustentada integralmente pela Segurança Social. Habitam numa pensão, sendo a despesa paga pela Santa Casa da Misericórdia. Sinceramente, não me parece que as famílias Portuguesas em iguais circunstâncias tenham um melhor tratamento que este.


---------------------------------------------------------------------------------------------------------



(1) - http://dn.sapo.pt/2006/12/05/sociedade/minorias_discriminadas_habitacao_por.html


(2) –
http://eumc.europa.eu/eumc/index.php?fuseaction=content.dsp_cat_content&catid=4491243f59ed9


(3) –

http://sic.sapo.pt/online/noticias/vida/20061205_imigrantes_habitacao.htm

http://www.portugaldiario.iol.pt/noticia.php?id=748685&div_id=291

http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1278751

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=12584

http://acorianooriental.sapo.pt/noticia.asp?pid=16&nid=98059


(4) –
http://eumc.europa.eu/eumc/index.php?fuseaction=content.dsp_cat_content&catid=4491243f59ed9 - Página 62

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2006
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2005
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D