Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

politicaxix

politicaxix

19.Ago.08

O tiroteio do dia

Portugal está a tornar-se um país moderno, onde todos os dias há tiroteios em algum bairro social. Talvez esteja na altura de o Governo pensar em arranjar alguma ocupação para estes rapazes. Já nem digo trabalhar porque isso seria demasiado duro para eles, mas alguma ocupação que os mantenha entretidos para que não passem o tempo aos tiros.

 

"Viseu: Tiroteio em bairro social

Um desentendimento entre famílias do bairro social da Paradinha, em Viseu, e um clã de Coimbra terminou com vários disparos de armas de fogo. Os tiros não provocaram vítimas. A PSP revelou ontem que encontrou no local, no domingo, sete invólucros. Segundo os moradores, terão sido disparados pelos que residem em Coimbra."

 

 

19.Ago.08

Taxas de criminalidade: Portugueses vs. Estrangeiros

Recentemente, os blogs da Esquerda Caviar, como o Arrastão e o 5Dias, divulgaram "estudos" segundo os quais a taxa de criminalidade entre os estrangeiros seria igual à dos cidadãos nacionais. Sinceramente, eu não acredito nestes estudos. para o provar, façamos uma resenha dos mais recentes casos mediáticos.

 

- Quinta da Fonte: Cidadãos Portugueses de etnia cigana envolvem-se num tiroteio com cidadãos Portugueses de origem africana. Resultado, cerca de uma dezena de feridos.

 

- Abrançalha-de-Baixo: Um grupo de cidadãos Portugueses de etnia cigana conhecido como "talibans" que tem vindo a aterrorizar a localidade, ataca a polícia e rouba uma "shotgun" aos agentes da PSP. Há um tiroteio num café da localidade, o corpo de intervenção é chamado a intervir e os talibans fazem vários reféns. Acabam por se entregar, tendo havido apenas um ferido grave entre as forças policiais.

 

- Coimbra: Ao longo da semana passada ocorreram vários tiroteios num bairro da cidade entre clãs de cidadãos Portugueses que se pensa estarem relacionados com o controlo do tráfico de droga.

 

- Quinta do Mocho: Um grupo de cidadãos Portugueses de origem Cabo-verdiana fortemente armados atravessam o bairro em dois automóveis efectuando numerosos disparos, tendo causado sete feridos, dois em estado grave. Como resposta, um grupo de cidadãos Portugueses de origem Guineense assassinou uma pessoa e efectuaram vários disparos enquanto procuravam pelos outros.

 

A contrabalançar tudo isto, há apenas a tentativa de roubo a um banco perpetrada por dois Brasileiros, que acabaram por ser as únicas vítimas.

 

 

Perante estes dados, parece que o Rui Tavares, Daniel Oliveira e companhia sofreram um ataque de nacionalismo agudo e equipararam as taxas de criminalidade entre nacionais e estrangeiros. Há imensas velhinhas Inglesas a gozar a sua reforma no Algarve e nunca ouvi que elas tenham sido responsáveis por crime violento. Camaradas, os principais responsáveis por crime violento são cidadãos Portugueses, isto é um facto! Não os queiram comparar com os estrangeiros.

 

 

 

 

 

19.Ago.08

Herói "nacional"

 

O nigeriano Obikwelu nasceu e cresceu na Nigéria. Aos 16 anos foi participar numa prova de atletismo e fugiu. Acidentalmente essa prova era em Portugal e ele por aí ficou. Não se sabe muito bem como, mas às tantas já tinha passaporte Português e assim, com o estatuto de comunitário, preferiu ir viver para Espanha. Seja como for, a Federação Portuguesa de Atletismo lá con$eguiu que ele repre$enta$$e Portugal pela$ razõe$ que $e imaginam.

E foi assim que este jovem que caíu por aqui de pára-quedas se tornou o herói dos multiculturalistas adeptos do paraquedismo.

 

Nas Olimpíadas de Pequim, Obikwelu não fez por menos e andou por aí a espalhar aos quatro ventos que não queria a prata mas sim o ouro. Afinal nem das eliminatórias passou, o que entristeceu os amantes do paraquedismo que nem assim deixaram de lhe tecer os maiores elogios. Mas que raio rapazes, animem-se. Afinal os 100 metros foram ganhos por um Jamaicano que tem tanto de Português como o Obikwelu. Podem festejar na mesma.

 

 

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2006
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2005
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D