Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

politicaxix

politicaxix

15.Mai.08

Portugal também tem o seu Jornal de Angola

Após os comentários de Bob Geldof e dos participantes do "Eixo do Mal" sobre a cleptocracia que grassa em Angola, alguns jornalistas do Jornal de Angola foram acometidos pelo síndroma do "cão a quem morderam o dono". E em boa hora o fizerem pois muitas gargalhadas se deram por este país fora à sua conta.

 

Ontem, o Primeiro Ministro de Portugal José Sócrates proporcionou-nos mais um dos hilariantes momentos com que tem abrilhantado a sua carreira política. Após fumar no decurso de uma viagem de avião, violando uma lei que ele próprio defendeu intransigentemente, alegou que o teria feito por desconhecer a lei e tentou redimir-se anunciando na hora que teria deixado de fumar definitivamente. O mais surrealista em toda esta cena burlesca é que tenha havido quem não quisesse ficar atrás dos esforçados jornalistas do Jornal de Angola, desculpabilizando e defendendo corajosamente o nosso Primeiro Ministro aqui e aqui.

14.Mai.08

O Maio deles

Este é um blog plural, onde todas as opiniões são respeitadas e onde não há preconceitos partidários. A prova disso é esta recomendação a um artigo do jornal "Avante", onde é retratado o espectáculo circense sur la lutte du Mai 68  no ISCTE. Aqui fica um pequeno excerto:

 

O Bloco de Esquerda decidiu comemorar o Maio de 68 no próximo sábado, promovendo uma patuscada na cantina do ISCTE (...) onde brilhará «uma banda luso-francesa bem humorada», mais um apontamento teatral de meia hora e desembocando no «plat de résistance», o comício da praxe abrilhantado pelo inevitável Francisco Louçã, esse líder fatal «das esquerdas».

 

Na secção do «Transporte» (passamos a citar) «Está prevista a organização de autocarros (5 euros ida e volta) a partir de vários pontos do país. Nas capitais de distrito de onde não partirem autocarros serão organizadas deslocações de automóvel».Segue-se email e telefones do Bloco, para contacto.
Ora aqui está! Quem quiser vir passear a Lisboa no próximo sábado por um conto de réis ida-e-volta (sublinhado nosso) escreva ou telefone ao Bloco de Esquerda e combine a coisa. Já faz lembrar aqueles que vinham ver e ouvir o «Baltazar» ao vivo – isto por mal acomparado e sem ofensa. É claro que só podem ouvir o Louçã, mas não tem importância: os excursionistas que vinham aos Maios promovidos pelo salazarismo também nunca souberam quem era o tal «Baltazar» que lhes pagava a viagem.

 

Mas verdadeiramente estranha é esta celebração do Bloco a mobilizar manifestantes pagando-lhes autocarros e automóveis e servindo-lhes refeições a preços de amigo. Tal como é um enigma como é que este «partido das esquerdas», assumidamente sem recursos ou actividades que os produzam, assume uma tal despesa só para mostrar uma plateia a bater-lhe palmas.

 

 

 

 

 

 

 

 

09.Mai.08

Em marcha contra a hipocrisia

O Esquerda.net é iluminado pela fina flor do activismo intelectual em Portugal. Após a efémera mas profícua passagem por lá de Gualter Baptista, líder dos Verdes Eufémias e porta-voz do ataque terrorista* a um campo de milho em Silves, desponta agora o promissor Luis Branco que explana todo o seu saber num texto intitulado "Em marcha contra a hipocrisia".

 

Luis Branco exulta com o sucesso dos "Movimentos em defesa da canábis" e as mais de duas mil pessoas que participaram em Portugal na Marcha Global pela Marijuana. No entanto, o atilado Luis Branco adverte também para um dos mais graves problemas que ameaça a sociedade Portuguesa: "a popularidade da "ganza" está em queda entre os mais jovens". E este é um sério problema ao qual o executivo de José Sócrates parece não prestar a devida atenção, sobretudo neste momento em que o planeta se debate com uma crise ecológica sem precedentes.

 

Felizmente, o Bloco de Esquerda tem a solução para este flagelo. Basta terminar com o preconceito que domina a política e alterar estas leis proibicionistas e intolerantes do início do século passado, extremamente ultrapassadas, substituindo-as por leis do século XXII.

Tal como aconteceu com o aborto, é só liberalizar.

 

 

*De acordo com a classificação da Europol

 

 

07.Mai.08

Emplastro

Acabei de ligar a televisão na SIC Notícias e imaginem só quem estava no ar?
Acertaram, o emplastro. Só não percebi uma coisa: O emplastro é um comentador político ou faz parte do staff da campanha de Barak Obama?
07.Mai.08

Gato Queixinhento

Ricardo Araújo Pereira esteve ontem a depor em tribunal a propósito da queixa que apresentou contra a "Extrema Direira". Alegou o alegado humorista que a Extrema Direita o obrigou a mudar de casa. Tudo começou há cerca de um ano quando Ricardo e seus quejandos colocaram na Praça de Marquês de Pombal um cartaz insultando a Extrema Direita. Depois disso, o rapaz constatou que nas suas vizinhanças moravam alguns elementos da Extrema Direita. Sentiu-se inseguro, mudou de casa e apresentou queixa. Faz todo o sentido, quem é que mandou aqueles criminosos morar nas redondezas do Ricardo Araújo Pereira quando este os decidiu insultar?

Ricardo Araújo Pereira disse ainda ao juiz que foi obrigado a mudar a filha de colégio. Alegou que foram feitas à filha ameaças tão graves que ele nem sabe quais foram. E o humor continua, agora numa sala do tribunal.
05.Mai.08

Polícia em grande (+ Adenda)

Ouvem-se por aí muitas críticas, que a polícia não faz nada, que a criminalidade violenta aumenta de dia para dia, que há vagas de assaltos à mão armada, que há por aí assassinos à solta, carjacking... e mais isto e mais aquilo... bem, não é verdade. A polícia trabalha e muito, estão é ocupados a fazer coisas mais importantes. Andam a ler blogs, fóruns, páginas pessoais, a ouvir o que as pessoas dizem nos cafés...


Que o diga um tal Nuno Pedrosa. Estava muito bem num fórum a dizer aos seus amigos que ainda ia à saída do colégio da filha de um gato fedorento para dar pessoalmente os parabéns ao gato, veio de lá o SIS ou PIDE ou PJ ou lá como se chama e agora o rapaz está a ser julgado por "ameaçar visitar o colégio da filha do humorista". Bem, ameaçar não terá sido propriamente, pois o rapaz não se dirigiu ao colégio nem ao fedorento, estava apenas a dirigir-se aos amigos. Mas pronto, parece que nos tempos da PIDE as coisas também funcionavam assim, e quando funcionam bem convém não mexer.


"Creio que terei de fazer um destes dias uma visita à hora de saída do colégio X, onde um destes burgueses tem os seus filhos a estudar e assim parabenizá-lo pessoalmente pelo brilhante cartaz", lê--se na Acusação do MP."

Presume-se portanto que dar os parabéns a um cretino é um crime público. Sim, porque quem "descobriu" o crime foram os inspectores da PIDE ou do SIS ou lá como isso se chama, não foi o fedorento que se entreteve a monitorizar os fóruns de discussão...

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ADENDA:

Segundo o noticiário da SIC notícias, a queixa "de que lhe queriam dar os parabéns" partiu do fedorento e portanto o último parágrafo do texto está incorrecto.








05.Mai.08

Os cinco piores momentos da cidade de Lisboa segundo Rui Tavares

Ao longo das suas histórias, todas as cidades  passam por momentos negros. A erupção do Vesúvio que soterrou Pompeia, o incêndio de Roma antiga, a peste negra que dizimou populações inteiras, o grande Incêndio de Londres, os grandes terramotos de Tóquio e S. Francisco, os bombardeamentos de Leipzig e Dresden, a destruição de Varsóvia, rua a rua, casa a casa pelos Nazis, as bombas atómicas sobre Hiroxima e Nagasaqui, o ataque terrorista sobre o WTC de Nova Iorque são apenas alguns exemplos. E em Lisboa, quais terão sido os piores momentos da História de Lisboa? PXIX apresenta aqui os cinco piores momentos da cidade de Lisboa, com a colaboração do historiador e activista de Esquerda Rui Tavares.


1º A TOMADA DE LISBOA AOS MOUROS

Decorria o ano de 1147. A cidade de Lisboa era habitada por Mouros, um povo pacífico, um verdadeiro  jardim de cultura. A 1 de Julho desse ano, os bárbaros convertidos ao cristianismo que habitavam a norte impuseram um cerco à cidade comandados por D. Afonso Henriques. A ele se juntaram 164 navios da Terceira Cruzada, que se dirigiam à Terra Santa para perpetrar mais um acto de intolerância contra o Islão. Lisboa acabaria por cair a 24 de Outubro de 1147 tendo sido saqueada pelos Cruzados antes de D. Afonso Henriques entrar na cidade a dia 25. O relato que nos chega da época confirma a existência de pelo menos um morto durante o saque por parte dos cavaleiros alemães que não cumpriram o acordado:

" os cavaleiros alemães (…) entregaram-se a toda a espécie de abusos e violências, incluindo o assassinato do velho “bispo”, que normalmente se admite ser o bispo da comunidade moçárabe ainda existente em Lisboa.", episódio descrito por Rui Tavares como "os cruzados passaram a fio de espada muçulmanos, judeus e cristãos que viviam dentro da cerca moura".

Foi este o pior momento de sempre da cidade de Lisboa.



2º A MATANÇA DA PASCOELA

Em 1506, foram assassinados Lisboetas por outros Lisboetas. Os primeiros destes lisboetas que eventualmente nem seriam lisboetas eram tidos por judeus, e os outros tinham-se na conta de bons cristãos. O número de mortos oscila entre mil segundo Damião de Góis, dois segundo a Wikipedia e até quatro mil segundo Rui Tavares. Em 2008 o executivo camarário de António Costa por proposta do Bloco de Esquerda inaugurou um monumento evocativo dos 502 anos da matança onde é realçada a intolerância e o fundamentalismo da religião católica.



3º O ATROPELAMENTO NA PASCOAL DE MELO

No dia 24 de Setembro de 1972, um condutor lisboeta em excesso de velocidade atropelou dois outros lisboetas que sofreram ferimentos graves. O primeiro era um bom cristão, ao passo que os últimos eram um judeu e um árabe. Este foi o terceiro pior momento de sempre da história de Lisboa.


4º A PISADELA NO MARQUÊS DE POMBAL

O quarto pior momento na História de Lisboa ocorreu no dia 1 de fevereiro de 1968 quando um cristão pisou um judeu na estação de metro do Marquês de Pombal tendo-lhe causado uma unha encravada segundo o relatório médico, e até quatro unhas encravadas segundo Rui Tavares. Inacreditavelmente ainda não existe qualquer monumento evocativo deste acto de intolerância, esperando-se que António Costa o inaugure durante o seu segundo mandato.


5º ENCONTRÃO NA LUZ

O quinto pior momento de sempre da História de Lisboa ocorreu quando um cristão deu um encontrão num lisboeta judeu durante a confusão à saída de um jogo grande no Estádio da Luz.


PXIX agradece ao historiador Rui Tavares a sua colaboração na elaboração dos critérios que permitiram seleccionar os piores momentos de sempre da História de Lisboa.

02.Mai.08

Discriminação com base na orientação sexual

Isabel Stilwell aflorou, no jornal de distribuição gratuita Destak, um interessante caso de discriminação recentemente ocorrido em Inglaterra. A questão que se coloca é a seguinte: Duas mulheres vivem juntas há muitos anos, partilhando todas as despesas da casa. Se uma delas falecer e a outra herdar a casa, deverá pagar imposto sucessório (40%) ou não? A lei Inglesa não dá uma resposta unívoca a esta questão. Para poder responder, os legisladores precisam de ter conhecimento sobre a vida íntima das senhoras e em particular com quem elas dormem. Se forem lésbicas ficam isentas do imposto, se não o forem, não ficam.

Sentindo-se discriminadas, as senhoras, duas irmãs octogenárias, recorreram para os tribunais... e perderam. Recorreram então para os tribunais europeus que lhes responderam que cada estado tem o direito de praticar as discriminações que entender.

Tanto se fala na luta contra a discriminação racial e contra a discriminação com base na orientação sexual mas há que reconhecer que essa discriminação é muitas vezes boa: Quando os grupos discriminados são os grupos certos.
01.Mai.08

Pela blogosfera...

... pode ler-se que:


    Quando o preço dos alimentos era baixo,
os activistas protestavam que isso prejudicava os produtores dos países pobres.

    Agora que o mesmo preço é elevado,
os activistas protestam que isso prejudica os consumidores dos países pobres.

Pág. 2/2

Arquivo

  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2011
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2010
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2009
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2008
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2007
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2006
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2005
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub