Quinta-feira, 12 de Abril de 2007
UnIgate (1) : Engenharia Sanitária
socrates_bi.jpg

Lê-se no Blasfémias que,

"Já percebi porque é que se diz que o nosso PM é graduado em Engenharia Sanitária. Com professores a dar às quatro cadeiras de cada vez e reitores que nas horas vagas dão aulas de inglês e lançam notas, aquele curso só podia mesmo ser uma grande bosta."


(Nota: Parece que essa pós-graduação teve a duração de duas semanas.)


publicado por thestudio às 17:47
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 10 de Abril de 2007
Gatos Xenófobos
gatoxen.jpg

Os quatro Activistas de Esquerda que se aproveitam da sua actividade profissional para promover os seus ideais, deram mais um arzinho da sua aprimorada boçalidade no cartaz que colocaram ilegalmente na praça Marquês de Pombal em Lisboa. Sendo que pretendiam criticar a xenofobia, a dos outros entenda-se, acabaram por criar um "outdoor" objectivamente mais xenófobo que o que pretendiam parodiar.

Para eles, precisamos de imigrantes pois com Portugueses não vamos lá. Dá a sensação que os Portugueses são todos atrasados mentais, o que se os tomássemos a eles como exemplo representativo até poderia parecer verdade. Mas não é. A maioria dos Portugueses não se aproveita do seu mediatismo profissional para promover ideais políticos, a maioria dos Portugueses não é hipócrita criticando a xenofobia e sendo ainda mais xenófobo, a maioria dos Portugueses não se vê como um novo messias cuja missão é a de educar o povo inculto.

Dado que a emigração é tão boa, talvez esses quatro lorpas pudessem emigrar para bem longe. Talvez pudessem apanhar o próximo vai-vem espacial e ficar por lá. Era um favor que faziam ao país e sobretudo à classe dos humoristas honestos e decentes.


publicado por thestudio às 05:00
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Segunda-feira, 9 de Abril de 2007
Bloco de Esquerda protesta contra reposição da legalidade
A Câmara Municipal de Lisboa repôs a legalidade ao mandar retirar da Praça Marquês de Pombal um cartaz boçal da autoria de quatro humoristas de intervenção. O cartaz, que lá fora colocado sub-repticiamente pela calada da noite, era ilegal.

Quem tem dificuldades em lidar com a legalidade são os "democratas" do Bloco de Esquerda que protestaram veementemente contra a retirada do cartaz ilegal. "O Bloco de Esquerda, em nota de imprensa do seu gabinete municipal, protestou contra a retirada do cartaz. " pode ler-se no sítio do partido.


publicado por thestudio às 04:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Multiculturalismo dá resultados
A cooperação construtiva entre indivíduos de diferentes raças e diferentes culturas pode dar frutos, como aconteceu ontem em Benavente,

Uma mulher de 43 anos, funcionária da bomba de gasolina ‘ETC’, situada na Estrada Nacional 118, junto a Benavente, foi executada, na sexta-feira à noite, com um tiro de pistola na cabeça. A vítima do crime era casada. Deixa órfãos uma filha de 20 anos e um menino de oito. As autoridades procuram cinco homens, três negros e dois brancos, todos na casa dos 20 anos, que se fazem transportar numa carrinha Audi A6 preta, com matrículas falsas. A carrinha Audi A6 preta usada no crime, segundo fonte policial, foi roubada, à mão armada, na zona de Lisboa, no princípio da semana passada.

E no mesmo dia:

A Polícia Judiciária investiga a possível ligação entre um assalto a uma carrinha de valores ocorrido, ontem de manhã, em Massamá-Norte, Sintra, e outro crime semelhante, praticado na terça-feira. Ontem, tal como na terça-feira, os alvos foram os tripulantes de uma carrinha de transporte de valores da ‘Esegur’. Três homens, todos africanos e com cerca de 20 anos, aguardaram dentro de um Renault Megane azul (...)


Estes acontecimentos não têm qualquer influência sobre a reputação de determinados grupos étnicos... o problema mesmo é o outdoor do PNR, esse é que lhes estraga a imagem.


publicado por thestudio às 04:16
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Sexta-feira, 6 de Abril de 2007
Intelegencia sufeciente
Encontrei esta pérola no fórum Anti-Fascista

"sou puto ainda mas ja tenho intelegencia sufeciente para saber k sou antifa... "

Afinal, qual será a "intelegencia sufeciente" para se ser antifa?


publicado por thestudio às 06:59
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quarta-feira, 4 de Abril de 2007
Uma questão de palas
250px-Pavilhao_Portugal_2.JPG

O leitor alguma vez ouviu falar em Alcino Monteiro? Certamente que sim. Uma procura no “google” com o nome de Alcino Monteiro produz nada menos que 80.500 entradas. Alcino Monteiro foi um cidadão Cabo-Verdiano assassinado há mais de uma década por um grupo de “skinheads” no Bairro Alto. Desde então tornou-se num ícone dos activistas anti-racistas, lembrado diariamente em manifestações, blogs ou artigos de opinião.

O leitor alguma vez ouviu falar em Gisberta? Certamente que sim. Uma procura no “google” com o nome de Gisberta produz nada menos que 43.000 entradas, e refinando para “Gisberta transexual” produz 13.600 entradas. Gisberta, transexual, toxicodependente, seropositiva, prostituta e imigrante brasileira, foi assassinada por um grupo de adolescentes na cidade do Porto há pouco mais de um ano. Desde então tornou-se num ícone dos activistas de Extrema Esquerda, lembrada diariamente em manifestações, blogs ou artigos de opinião.

O leitor alguma vez ouviu falar em Rogério Canha e Sá. Certamente que não. Uma procura no “google” por Rogério Canha e Sá produz apenas duas entradas. E em Diamantino Monteiro Pereira? Certamente que também não. Uma procura no “google” com seu nome produz também e apenas duas entradas. Ambos se incluem no lote das vítimas mortais, assassinadas pelos terroristas das FP-25.

O leitor alguma vez ouviu falar em Mário Jorge ou Sandro Nunes? Certamente que não. O primeiro foi assassinado no jardim de sua casa por um gang de Africanos que nunca vira, no dia 11 de Junho de 2005. O segundo foi linchado na aldeia do Carvalhal, por um grupo de indivíduos de etnia cigana poucos dias depois. Ambos os crimes foram crimes de ódio, não se tendo verificado qualquer roubo. Estes crimes de ódio, como muitos outros crimes que por aí vão ocorrendo nunca chegaram aos ouvidos das organizações ditas anti-racistas, ou se chegaram, a sua reacção foi a de pedir silêncio à comunicação social.

Assim, não é de admirar que um estudante que se diz historiador, de nome Rui Tavares, e um seu correligionário, de nome Daniel Oliveira,
concluam que o “racismo é uma doença da Direita” ou que os crimes de ódio em Portugal são exclusivos da Direita. De facto, quando se tem umas palas maiores que a pala do Pavilhão de Portugal é normal que se chegue a tal conclusão.


publicado por thestudio às 21:03
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Não há qualquer relação...
Não há qualquer relação entre a imigração e a criminalidade, asseveram-nos o ACIME, o Pacheco Pereira, o António Vitorino, etç, etç, etç... só é pena que estas notícias sejam diárias:


Um gang de cinco indivíduos armados com três caçadeiras de canos serrados, ou shotguns, assaltaram ontem à noite e no espaço de uma hora dois restaurantes, em Telheiras, Lisboa, e no Cacém, Sintra.


"Os assaltantes, referidos como sendo de etnia africana, com idades entre os 15 e 23 anos, actuaram encapuzados e fugiram numa carrinha BMW furtada horas antes na zona de Lisboa. Na altura dos assaltos, o restaurante de Telheiras estava com quatro clientes e o do Cacém com cerca de dez."

Costuma dizer-se que cego mais cego é aquele que não quer ver.


publicado por thestudio às 05:10
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Terça-feira, 3 de Abril de 2007
Educar o Povo (3)
Necessidade de Educar o Povo

Dado que o “Politicamente Correcto” se vê como detentor da verdade absoluta, quem discorda é porque está evidentemente errado. Assim, há uma necessidade de educar o povo e de lhe ensinar o que está correcto. Esta necessidade de “educar o povo”, característica comum nas ditaduras, é talvez uma das principais características do pensamento politicamente correcto. No texto em questão, Rui Tavares, após a sua lição de correcção política, sentencia “Com mil raios, será que teremos mesmo de vos explicar tudo?”
Também aqui são visíveis as característica híbridsa do “Politicamente Correcto”, cujos elementos se assemelham tanto uma doutrina totalitária como a uma religião. Rui Tavares assume-se simultaneamente como um “Educador do Povo” e como um “Apóstolo” que prega as virtudes da sua religião. Esta "religiosidade" tem ainda uma grande vantagem: Isenta o educador do povo de se justificar, pois quem não aprender os ensinamentos incorre no crime de "blasfémia".


publicado por thestudio às 20:48
link do post | comentar | favorito

Superioridade e valores absolutos como legitimação das ditaduras (2)
Superioridade e valores absolutos

Contrariamente às democracias, em que a pluralidade de opiniões é aceite e até mesmo bem vista, muitas ditaduras justificam as suas doutrinas e a sua perpetuação no poder com base numa suposta superioridade ou no absolutismo dos valores que defendem. Por exemplo, nas teocracias, o direito dos ditadores a governar advém-lhes alegadamente da sua comunhão com Deus e do facto de serem, de certa forma, representantes de Deus. Esta proximidade divina empresta-lhes uma áurea de superioridade que os legitima no poder. Em regimes como o de Hugo Chavez, ou na maioria das ditaduras comunistas, existe a consciência de que o Socialismo é um valor absoluto e acima de qualquer discussão. Este facto legitima os ditadores no poder, e qualquer oposição deve ser convenientemente educada ou silenciada. Na Alemanha de Hitler, os Nazis não apenas se viam como defensores de uma moral superior e de uma ideologia “correcta”, mas também como racialmente superiores. Na sua perspectiva, esta superioridade a todos os níveis legitimava naturalmente a sua permanência no poder.
Também o “Politicamente Correcto”, com as suas aspirações ditatoriais, partilha estas essências: Vê como absolutos os valores que defende e considera-se moralmente superior. Considera-se moralmente superior com base na correcção dos valores que defende, e considera como correctos os valores que defende com base no facto de receberem o aval de uma ideologia moralmente superior, o “Politicamente Correcto”. É com base nesta suposta superioridade que o “Politicamente Correcto” se arroga o direito de influenciar todas as decisões políticas nas áreas que pertençam à sua esfera. Curiosamente, o “Politicamente Correcto” tem também aquilo a que chamaria “elementos religiosos” visto que resvala muitas vezes para o campo da ética e da moral, que são o domínio da religião. Para dar um exemplo, a questão do aborto é sobretudo uma questão ética, mas nem por isso deixa de ser uma das bandeiras do “Politicamente Correcto”. Estas derivas para o campo religioso são por vezes razões de conflito com a Igreja Católica que defende um conjunto de valores distinto.


publicado por thestudio às 20:30
link do post | comentar | favorito

Ditadura politicamente correcta (1)
O “historiador” Rui Tavares lançou-se hoje de forma virulenta ao historiador Pacheco Pereira nas páginas do jornal “público”. Razão, as críticas de Pacheco Pereira ao “Politicamente Correcto” este fim de semana nas páginas do mesmo jornal. O texto, que já ganhou eco entre os seus correligionários é extremamente interessante, não pelo seu conteúdo, esse praticamente inexistente, mas por transmitir uma imagem fiel do que é, e de como funciona o “Politicamente Correcto”.

O “Politicamente Correcto” pode ser definido como uma espécie de ditadura que sobrevive dentro de uma democracia, e que partilha com as ditaduras tradicionais várias características dentro dos limites que lhe são impostos. Essas características, são basicamente as seguintes:


i) A superioridade moral do “Politicamente Correcto”.

ii) A necessidade de “educar o povo”, ensinando-lhe o que está certo e o que está errado.

iii) Usar a sua pretensa superioridade moral para influenciar as políticas governativas.

iv) Manter a sua hegemonia através de dois métodos distintos:
a. Eliminar politicamente adversários políticos.
b. Atacar violentamente quem quer que se lhes oponha.

v) Usar determinadas organizações como uma espécie de polícias políticas.


publicado por thestudio às 19:48
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 2 de Abril de 2007
Imigrantes qualificados
O incidente ocorrido a semana passada em Llorent de Mar continua a repercutir-se pela comunicação social Portuguesa. Uma menor, estudante numa escola secundária do Algarve e que participava numa viagem de finalistas, foi selvaticamente violada e violentada por dois guias, a trabalhar para uma agência Portuguesa, e que tinham como missão proteger os estudantes. A menor foi depois abandonada semi-nua e inconsciente num elevador, cheia de nódoas negras e encontra-se agora traumatizada e a receber assistência psicológica. Os violadores, um guineense e um brasileiro, andam por aí felizes da vida, a apanhar Sol, a beber copos com dinheiro que a menor pagou pela viagem, e a contar aos amigos a sua grande aventura num hotel de Llorent de Mar.

Este incidente vem dar razão ao Governo quando este quer aprovar um diploma que facilite a imigração sem qualquer controlo. Violadores, venham todos para cá, pois são bem vindos e podem estar descansados que a Justiça aqui não funciona.

O violador brasileiro já adquiriu nacionalidade Portuguesa. Quanto ao outro violador de menores, será que vai ser repatriado... ou será que em breve vai também adquirir nacionalidade Portuguesa? Aceitam-se apostas...


publicado por thestudio às 16:10
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários