Quarta-feira, 25 de Junho de 2008
Mais do mesmo

A jornalista de causas Fernanda Câncio divulgou ontem, pela milésima trigésima oitava vez este mês, os pareceres dos juristas de causas Carlos Pamplona Côrte-Real, Isabel Moreira e Luís Duarte d’Almeida sobre o "casamento gay".

 

Os pareceres dos ilustres juristas de causas aqui trazidos pela pena da menina Câncio repetem os mesmos, chamemos argumentos, monótonos de sempre e que nunca singraram. É a evidente inconstitucionalidade do artigo que o constitucionalista Vital Moreira, também ele defensor do "casamento gay" considera evidentemente constitucional, é o amor, é a liberdade individual, são os casais estéreis que casam.

 

No entanto, os pareceres apresentam algumas novidades interessantes. Uma delas é a de afirmar sistemática e repetidamente, que todas as opiniões opostas se fundamentam na ignorância e no preconceito. Dado que todos os argumentos apresentados se aplicam todos eles ipsis verbis ao casamento poligâmico, está implícito nos pareceres que quem se opõe ao casamento poligâmico fundamenta também as suas opiniões na ignorância e no preconceito. Ora, visto que tanto a menina Câncio como os ilustres juristas de causas se opõem ao casamento poligâmico, os referidos pareceres deixam claro que as opinões da menina Câncio e dos ilustres juristas de causas se baseiam na ignorância e no preconceito.

 

Um outro aspecto muito interessante dos pareceres consiste no desrespeito pelas regras democráticas. Conscientes de que a maioria da população se opõe ao "casamento gay", os ilustres juristas defendem que "aos valores fundamentais não se pode opor a maioria". Ora este é precisamente o pensamento que está na génese e que tenta legitimar as ditaduras. A questão aqui é, quem define quais são os valores fundamentais? Evidentemente que ninguém mandatou a menina Câncio nem os ilustres juristas de causas para que fossem eles a definir quais são os nossos valores fundamentais. Se alguém pode definir os valores fundamentais, esse alguém é "a maioria". Sugiro portanto aos ilustres juristas para que aproveitem a sua genialidade para ganhar algum dinheiro fazendo pareceres por exemplo ao Sr. Mugabe do género: "Aos valores fundamentais defendidos pelo sr. Mugabe não se pode opor a maioria que votou na oposição". Aí sim, os seus pareceres seriam bem vindos.

 

 

 



publicado por thestudio às 14:33
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De JR a 15 de Dezembro de 2008 às 19:44
mas qual é o mal do casamento poligamico?


Comentar post

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post