Quinta-feira, 10 de Março de 2005
A fome no mundo (1) - A selecção natural
Hoje vou satisfazer o desejo da Ana Paula Fonseca e falar sobre as causas da fome no mundo.

A explicação politicamente correcta para a fome no mundo atribui as culpas à Europa, aos EUA e ao capitalismo. Esta corrente de pensamento, adoptada de forma dogmática pela Esquerda está sintetizada no recorrente chavão: “Os ricos cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres”. Por alguma razão maquiavélica nunca bem explicada, o capitalismo promoverá a transferência de riqueza dos países pobres para os países ricos. Este raciocínio implica, por exemplo, que o crescimento económico em Portugal nos anos recentes tenha sido conseguido à custa do empobrecimento de países do Terceiro Mundo.
Não parece plausível.

darwin1.gif
O naturalista britânico Charles Darwin

A principal razão para a fome no mundo é bem mais simples e prende-se com a própria essência da vida na Terra. A tendência natural das espécies é a de progredir para formas de vida mais evoluídas. A forma como se processa essa evolução foi explicada por Charles Darwin (1809 - 1882), com a teoria da selecção natural. A evolução das espécies é tornada possível pela concorrência que existe entre indivíduos da mesma espécie, que competem pelo mesmo alimento ou em certos casos pelas mesmas fêmeas. A consequência é a de que, os indivíduos mais fracos acabam por morrer de fome ou não se reproduzem. Os mais fortes por seu turno sobrevivem e reproduzem-se, pelo que a próxima geração será uma geração de indivíduos mais aptos e com maiores capacidades.

A fome surge portanto como um elemento introduzido pela própria Natureza e essencial para o progresso das espécies. Já antes, Thomas Malthus (1766 – 1834) que se dedicara à observação de populações de animais e de plantas, concluira que tanto as espécies de animais como as de plantas produzem sempre um número de descendentes significativamente superior àqueles que têm possibilidade de sobreviver. Ou seja, a fome é um fenómeno natural.
A evolução das espécies não é no entanto a única razão pela qual existe a fome na Natureza. É também a fome que permite manter o equilíbrio em complexos ecossistemas, impedindo que determinadas espécies cresçam desmesuradamente destruindo o equilíbrio. Um bom exemplo disto é o do ciclo predador – presa, em que a fome (escassez de alimento) desempenha um papel essencial ao controlar a população de predadores. Se a população de predadores não fosse controlada, acabariam por comer todas as presas morrendo depois de fome e extinguindo-se ambas as espécies.

Conclui-se portanto que a fome é um fenómeno natural que se observa em todas as espécies. A questão que se deveria então colocar não é a de: “Porque há fome nos países do Terceiro Mundo?” mas sim “Porque não há fome nos países desenvolvidos?”. E a resposta a esta questão é simples: Nos países desenvolvidos existe um controlo demográfico, ao mesmo tempo que existem meios eficientes para a produção de alimentos. Dito de outra forma, nos países desenvolvidos não há fome porque alteraram a regra da Natureza que diz que o número de nascimentos excede sempre o número de indivíduos adequado à quantidade de alimentos disponível.

Para concluir, o primeiro passo para terminar com a fome no mundo será necessariamente o de identificar as causas do problema em vez de, de forma autista, culpar sistematicamente o capitalismo pelos males que ocorrem do outro lado do globo.


publicado por thestudio às 03:39
link do post | comentar | favorito

9 comentários:
De Just a stupid person with an ideology a 12 de Março de 2007 às 15:50
Darwin, aqui? Não acreditei quando comecei a ler. "E agora, como é que me safo desta?" - pensei - "O gajo foi buscar a selecção natural e tudo o que eu disser irá parecer conservador, qual Sam Wilberforce" - Então "pusmapensar"... A teoria da selecção natural é naturalmente válida. Mas esta teoria não é suficiente para dar conta da enorme complexidade que é o ser humano - este possui uma coisa que o ajuda a combater a imposição dos fenómenos naturais: a consciência. Esta, por vezes, até é utilizada para coisas positivas, como a produção de riqueza. E a riqueza que existe no mundo chega para todos. Ou, caso não chegue, é possível, graças à "nossa" inteligência, fabrica-la para que seja suficiente para toda a gente. A sério. Bem dividido vai lá. A sério que vai. Só falta um "EMPURRÃOzinho" para que as pessoas cheguem a essa conclusão e o percebam ("para quê ter 5 carros se só podes sentar-te num?"). Mas até lá, e esperando não ter que esperar assim tanto tempo, continuo a concordar: MAIS VALE MACACO DO QUE IMBECIL.


De Emanuel Saramago a 12 de Agosto de 2005 às 22:33
Há tanto comer deitado fora, há tanta terra por semear, há tanto desemprego...

O problema é que essa terra pertence a meia dúzia de latifundiários capitalistas.

Aqui está em duas frases o problema para a fome.

Imagina se a terra fosse de todos e a produção fosse distribuida por todos irmãmente. Não com o intuito de lucrar, mas de alimentar. Não há assim tanta gente que a terra não possa sustentar, isto é completamente absurdo!!!


De Dito Cujo a 18 de Março de 2005 às 00:40
Foda-se, tu és bom! Fosses meu filho e eu metia-te o juízo nos cornos!


De TheStudio a 17 de Março de 2005 às 18:31
Obrigado pelos vossos comentário. O facto de não não conseguirem apresentar nenhum contra-argumento é a prova de que concordam com tudo o que foi escrito.


De Dito Cujo a 11 de Março de 2005 às 20:50
Estás próximo de vencer o prémio do blog mais fdp de 2005. Muito próximo.
Argumentar que a fome "se prende com a própria essência da vida na terra"? E isto não é um esquema maquiavélico, deixar que a fome aconteça e justificá-la com base em leis naturais? Foda-se, tu não deves existir...


De azeite a 10 de Março de 2005 às 23:46
só um animal racialista poderia escrever um post destes, com a convicção de quem está a desvendar o segredo da vida ao resto da ignata população. tem graça essa do exemplo africano! como se nunca tivesse havido séculos de exploração colonialista por parte das potências europeias. sobre isso, passemos a mágica esponja da reescrita da história. não temos nada com isso! aqueles seres inferiores lá em baixo nunca sofreram opressão. nós até os tentámos civilizar à vergastada e tudo. mas não aprenderam, os jumentos!
e diria muito mais, sr. nazi studio. mas a boa educação europeia que herdei impede-me de maltratar quem quer que seja, mesmo uma besta como você.


De Sonhos a 10 de Março de 2005 às 12:47
Visita este site e comenta:

http://groups.msn.com/ViagemaoParaiso/_whatsnew.msnw

Fala de viagens e de sonhos


De Pantera a 10 de Março de 2005 às 10:57
O que eu acho engraçado é o bloco de esquerda e os comunistas que defendem os pobres quando eles mesmos são bue ricos!!!!


De O Raio a 10 de Março de 2005 às 10:55
"Por alguma razão maquiavélica nunca bem explicada, o capitalismo promoverá a transferência de riqueza dos países pobres para os países ricos."
Não há nenhuma razão maquiavélica. O capitalismo pressupõe uma luta entre iguais. Com o tempo alguns dos "iguais" destacam-se e tornam-se mais fortes adquirindo capacidade para destruir os mais fracos.
É aliás o que nos está a acontecer na União Europeia. Os mais fracos, como nós, estão a ficar cada vez mais fracos. O fim óbvio é a revolta dos oprimidos.


Comentar post

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post