Quarta-feira, 23 de Março de 2005
Amadora: Diário de uma guerra civil
Resize of covavspolicia2.jpg

No concelho da Amadora vive-se uma verdadeira guerra civil entre gangs de criminosos por um lado e a polícia por outro. Os textos entre aspas foram retirados dos jornais.




18 de Fevereiro 2005:

- O agente Irineu Dinis é assassinado na Cova da Moura com armas de guerra.


“A morte é a única certeza que fica da madrugada de ontem na Cova da Moura. O agente principal da PSP Ireneu Dinis, de 33 anos, foi abatido com 22 tiros, seis dos quais na cabeça, quando fazia uma patrulha de jipe igual a tantas outras nas ruas estreitas daquele bairro da Amadora, nos arredores de Lisboa.”

“Nas horas que seguiram ao assassínio cruel do agente Ireneu Dinis, de 33 anos, os investigadores recolheram no local do crime para cima de três dezenas de cápsulas de balas de calibre de guerra (9mm)”

“A morte de um agente da PSP na Cova da Moura é o culminar de uma série de incidentes que foram noticiados pelo CM no último ano. Polícias recebidos por matilhas violentas e que por isso batem em retirada até ao limite do bairro problemático – Cova da Moura, 6 de Maio, Fontainhas, tanto faz.
A Grande Lisboa tem já várias bolsas onde milhares de pessoas vivem à margem das leis do Estado. Onde a ordem pública precária é garantida apenas pelo equilíbrio entre gangs. Cada vez mais violentos, bem armados, jovens.”




19 de Fevereiro 2005:

- Polícias exigem armas e melhor equipamento. O Bloco de Esquerda defende que os polícias devem andar desarmados.


“Os tripulantes dos carros-patrulha de todas as esquadras da Divisão da Amadora ficaram, por ordem superior, sem as pistolas-metralhadoras Beretta – que utilizavam para ripostarem a ataques a tiro. “Para além das pistolas pessoais, a única coisa que dispomos agora é de gás-pimenta, shot-guns com munições de borracha”, disse a mesma fonte. Se o ‘poder de fogo’ é diminuto, a protecção contra ataques com armas de fogo é outra das preocupações na PSP.”




24 de Fevereiro 2005:

-Criminosos levam a melhor, polícia bate em retirada.


“Cova da Moura sem lei. Os agentes da PSP que patrulham a Cova da Moura, na Buraca, arredores de Lisboa, evitam o interior do bairro, desde que, há uma semana, ali foi assassinado com 22 tiros o polícia Ireneu Diniz. A Polícia apenas avança para o coração do bairro em casos de emergência – e, mesmo assim, com reforços e redobrados cuidados. Nenhum agente está autorizado a andar sozinho pelas ruas da Cova da Moura.”


- Polícia consegue uma pequena vitória...

“Ainda no domingo, na Rua Principal daquele bairro, dois agentes da esquadra de Alfragide que seguiam num carro-patrulha, foram agredidos por um grupo entre os 18 e os 20 anos. Só a pronta chegada de reforços, com equipamento antimotim, permitiu a detenção de oito homens que foram levados para a esquadra de Alfragide.”


- ... mas numa contra-ofensiva, os criminosos quase tomam de assalto uma esquadra da polícia.

“Uma multidão de cerca de 50 pessoas tentou, no domingo, invadir a esquadra de Alfragide para libertar oito jovens detidos no bairro. Só reforços conseguiram evitar o pior.”




6 de Março de 2005:

- Criminosos levam vantagem.

“Polícia não manda aqui. Fazem lembrar territórios sem lei, onde mandam os senhores do crime que trazem em pânico moradores que ainda resistem à margina-lidade. Às portas das grandes cidades cresceram bairros sem ordem. A polícia, como está visto, não consegue impor segurança.”

“A Quinta do Mocho é um dos bairros da Grande Lisboa mais marcado pelo crime, pela delinquência juvenil, pelo tráfico de droga, pela miséria.
Exemplo disso é a conhecida rivalidade com gangs concorrentes da Quinta da Fonte, o bairro vizinho e igualmente perigoso. Os tiroteios são frequentes e muitas são igualmente as vezes que dão entrada nos hospitais adultos e crianças com ferimentos de bala.”

“Mas o conflito urbano nos arredores da capital não se resume a estes dois bairros. A Cova da Moura, por exemplo – onde a 17 de Fevereiro foi brutalmente assassinado o agente Ireneu, com 22 tiros, enquanto realizava uma patrulha de rotina no bairro –, é actualmente o mais conhecido de todos (pelos piores motivos) e, aparentemente, o mais temido pela polícia.
E há mais. Bairro do Zambujal, em Alfragide, Bairro 6 de Maio, na Damaia, Bairro Estrela de África, na Venda Nova e Zona J de Chelas, por exemplo, são outros que trazem problemas à polícia.”



7 de Março de 2005:

- Terror no hipermercado

“Em pouco mais de meia hora, sete assaltantes, divididos por dois carros, atacaram à mão armada um hipermercado com clientes lá dentro e duas bombas de gasolina, no concelho de Sintra. Foram perseguidos pelas autoridades, pela Estrada do Autódromo e pelo IC 19, até ao Bairro da Cova da Moura – onde desapareceram na noite.
Os assaltantes chegaram em dois carros (um Wolkswagen Bora e um Fiat Punto, ambos roubados) ao parque de estacionamento do Lidl, no Cacém, cerca das 21h00. Quatro deles, rápidos como felinos, armados de caçadeira e pistolas, entraram no hipermercado. Os 15 clientes que ainda se encontravam lá dentro gelaram de terror. De armas em punho, os salteadores, todos de origem africana e aparentando idades entre os 18 e os 25 anos, vociferaram ameaças de morte.“

”O primeiro a ser roubado foi o segurança da loja: arrancaram-lhe do dedo um anel de ouro. Um dos assaltes voltou-se para uma cliente – e com um safanão roubou-lhe a mala. Todos os que se encontravam no interior do Lidl gelaram de pavor.”
“Os depoimentos das vítimas permitiram, primeiro à PSP e à GNR, e depois à Polícia Judiciária, perceber que o grupo de sete assaltantes estará bem armado. Para além de uma espingarda caçadeira, de canos serrados, os meliantes usaram nos três assaltos uma pistola automática, de calibre 9 milímetros. Ambas as armas são, por lei, de uso restrito às autoridades policiais e forças armadas.”


8 de Março de 2005:

- Crime e violência sem fim na Cova da Moura.


“Crime e violência sem fim. A madrugada de ontem deixou mais três feridos a tiro na Cova da Moura, Amadora. Os responsáveis são os mesmos que, na véspera, assaltaram o Lidl. Descrito como um ‘albergue’ de evadidos, o bairro é o refúgio ideal e cada vez mais procurado pelos fugidos à Justiça.
A violência no Bairro da Cova da Moura, na Amadora, fez na madrugada de ontem mais três vítimas inocentes. A intenção era assaltar o café da Associação Cultural e Recreativa da Cova da Moura, mas a resistência por parte dos funcionários acabou em tiroteio. Resultado: uma mulher e dois homens atingidos a tiro.”
“Portugal tem um ‘Triângulo das Bermudas’ onde os criminosos desaparecem da Polícia para não mais serem vistos. Fica às portas de Lisboa e chama-se Cova da Moura.”




21 de Março de 2005:

Criminosos fazem mais duas baixas entre a polícia.


“O carro-patrulha com os agentes Abrantes, Alves e Pereira saiu da esquadra da PSP da Mina, Amadora, pouco depois da 01h00 de ontem. A missão era a mesma de sempre. Patrulhar as ruas da cidade. Mas o desfecho foi assinado a sangue. O indivíduo que procuraram identificar junto a um bar, nas imediações do Bairro de Santa Filomena, sacou de uma pistola e assassinou, a sangue-frio, Abrantes, de 30 anos, e Alves, de 23.”
”O autor dos disparos, na casa dos 30 anos, é um indivíduo que já estava a ser procurado por homicídio. O crime, ao que o CM apurou, foi praticado em 14 de Janeiro último, no Porto.”




22 de Março de 2005:

-180 operacionais da polícia apoiados por forças especiais tomam de assalto a Cova da Moura. Bino é capturado.


“A operação ‘Cerco Maior’, nome de código dado à acção policial de ontem, começou a ser preparada no final da passada semana pela polícia Judiciária.
Avançou, primeiro, uma equipa de assalto do Grupo de Operações Especiais da PSP (GOE) – e, logo atrás, inspectores da Polícia Judiciária. Eram 06h30. Lino, conhecido como ‘Bechona’, de 20 anos, foi apanhado a dormir. Com ele, estavam mais três todos menores, entre eles, o irmão. A ‘ficha’ policial de Lino, o ‘Bechona’, obrigava a redobrados cuidados de segurança. É um hábil atirador e as armas de fogo não têm segredos para ele. Sempre viveu na Cova da Moura. Os pais são cabo-verdianos e ele nasceu em Portugal. Nunca foi condenado, mas está referenciado por, roubos, assaltos à mão armada e tráfico de droga.


publicado por thestudio às 03:11
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De AJ Styles a 24 de Março de 2005 às 02:03
é vdd este pais ta a viver uma merda duma cowboiada! Daki a nada tamos como o brasil... Olha, visita o meu blog!! Somos de direita, totalmente anti.esquerda e tu podes nos dar umas dicas (tamos agr a começar!) aparece e comenta! Abraços
www.wanteddead.blogspot.com


De polittikus a 23 de Março de 2005 às 14:50
Uma triste realidade é o que é... Este país já parece o Texas. perdoa-me a expressão.


De carlos santos a 26 de Junho de 2011 às 14:19
Este país parece é a África do Sul antes do fim do Apartheid - e alguns dos seus pensadores ainda não perceberam que portugal e todos os portugueses têm sangue de todas as partes do mundo, principalmente Africano.
Um bocadinho para reflectir a nossa História, não faz mal a ninguém ....


Comentar post

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post