Sexta-feira, 6 de Maio de 2005
Base ideológica do BE (1): “O Marxismo lato”
Como referi no texto anterior “Base ideológica do Bloco de Esquerda”, um dos dois grandes pilares ideológicos do Bloco de Esquerda é aquilo a que designei por “Marxismo lato”. Em rigor, o termo Marxismo deveria ser usado para designar estritamente a doutrina original de Marx. Porém, após a morte de Marx, o Marxismo original dividiu-se e subdividiu-se em numerosas correntes doutrinárias que diferem entre si na forma como interpretam os textos de Marx, ou que introduzem mesmo alterações nas ideias originais adaptando-as às opiniões pessoais dos seus criadores. Por “Marxismo lato” entenda-se então o conjunto de correntes doutrinárias que têm como base o Marxismo, mas que podem ser bastante distintas entre si.

O Bloco de Esquerda é composto por uma associação de pequenos partidos representativos destas tendências (que individualmente não teriam expressão eleitoral), constituindo assim um repositório das diversas tendências Marxistas. A corrente dominante é o Trotskismo, herança do defunto PSR, e perfilhada pelo líder Francisco Louçã. Já o número dois do BE, Luís Fazenda é um adepto do modelo de desenvolvimento Albanês inspirado na revolução de Enver Hoxha. A estes somam-se Maoistas, Marxistas-Leninistas, Estalinistas e o que mais se possa imaginar, provenientes de diversas origens e formando uma verdadeira sopa de Esquerda. O problema desta sopa é o de que as diversas tendências preconizam formas de acção distintas e por vezes contraditórias. Isto bloqueia qualquer acção no campo ideológico, pois o que quer que se faça estará sempre em contradição com as ideias defendidas por algumas das tendências. Daqui se depreende a origem do nome do partido “Bloco de Esquerda”: É a esquerda bloqueada e incapaz de agir no campo ideológico devido a contradições internas.

Na impossibilidade de assumir uma ideologia clara, o Bloco de Esquerda define-se então muito vagamente como “Socialista, Anticapitalista, Plural e Popular". Os adjectivos “Socialista” e “Anticapitalista” poderão genericamente caracterizar as ideologias de base Marxista. O adjectivo “Plural” significa que aqui cabe tudo.


publicado por thestudio às 22:16
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Elise a 7 de Maio de 2005 às 18:14
Que bom ter-te de volta! :) E em força!


Comentar post

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post