Terça-feira, 24 de Abril de 2007
Infestação de "intelectualóides" - Raquel Louçã Silva
A infestação de tudo o que é órgão de comunicação social por parte de "intelectualóides" da Esquerda Portuguesa é algo com que convivemos no nosso dia a dia. Eles são como os vírus: infiltram-se por todo o lado, multiplicam-se, ocupam os editoriais e as colunas de opinião, adoecem a comunicação social e acabam por matar a verdade.

Hoje vou falar sobre um agente infeccioso que dá pelo nome de Raquel Louçã Silva e que exerce o cargo de editora no jornal "Mundo Universitário", onde semana após semana faz propaganda em favor partido do tio.

A Raquel é uma gaja toda comestível (infelizmente não encontrei a sua foto online nem tive pachorra para digitalizar) "mentorada" pela dMpM da Rede Jovens Igualdade (Não sei o que significa exactamente "mentorar", presumo que seja alguma espécie de lavagem cerebral) e que insere @rrob@s de permeio nas palavras como qualquer activista que se preze.

Esta semana, como não poderia deixar de ser, a menina Raquel fala sobre o 25 de Abril e lamenta que " muit@s há que nem sabem bem do que se fala quando descobrem que o calendário aponta feriado a 25 de Abril ". Nesses muit@s inclui-se naturalmente a própria Raquel Louçã Silva que afirma "A revolução, em 1974, pôs cobro a um regime totalitário encabeçado por Oliveira Salazar".

Dado que a jovem Raquel tem pela frente um futuro auspicioso, embora não no jornalismo, o PXIX decidiu alertar a moça para os riscos que corre ao basear toda a sua cultura geral no Avante, no Esquerda.net e na revista Maria, bem como corrigir-lhe também este inopinado lapso. Eis o texto da missiva:

Cara Raquel

Antes de mais, gostaria de a felicitar pelo seu desempenho como Editora do Mundo Universitário. Não apenas pela qualidade dos seus artigos e pela pertinência dos temas que foca, mas sobretudo porque cabe a tod@s @s que dispõem desses meios, influenciar @s alun@s por forma a que estes tenham opiniões políticas correctas, respeitadoras dos Direitos Humanos e contra o Fascismo. Apenas um reparo, @s revolucionári@s do 25 de Abril não puseram cobro a um regime encabeçado por Oliveira Salazar. Salazar há muito que se havia retirado. Como sugestão, para ilustrar os efeitos do Salazarismo, sugiro-lhe que, por exemplo, compare o desempenho económico do país antes de Salazar, durante Salazar e depois de Salazar. Continuação de um bom trabalho.

PS: E já agora, a menina é toda jeitosa.


publicado por thestudio às 20:11
link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De Annimo a 18 de Maio de 2007 às 03:44
O que é uma mentorada (http://demulherparamulher.redejovensigualdade.org.pt/mentorada.html)?



De Nuno Flix a 10 de Maio de 2007 às 17:13
Caro menino,

Lamento mas também não encontrei uma foto tua na net, por isso, não te posso mimar com piropos semelhantes aqueles que diriges à jornalista em causa.
Num exercício boçal, tentas minorar intelectual e a prioristicamente a autora do texto com base nas suas inegáveis qualidades de género.
The Studio (sumariamente designado por The Stupido), dessa palha que escreves, só come mesmo quem também pasta na mesma manada, pelo que, não é por preocupação ou indignação que te dirijo esta salutar apreciação da tua verborreia.
É mesmo pelo prazer que me dá o usufruto dos direitos que um regime democrático (como é o nosso desde 25 de Novembro de 1975), confere ao cidadão, que se responsabiliza e que assina com o seu nome de registo, o fruto da sua liberdade de expressão.
A autora do referido editorial, assinou o que escreveu. Mais fez, deu a cara pelo que escreveu, permitindo a total identificação da autoria do seu trabalho e a absoluta responsabilização pelo mesmo.
“The Stupido”, quem és?
Que tal assinares com o teu verdadeiro nome? Assim possas responder da mesma forma pelas calúnias, impropérios, mentiras, que publicas neste blog a coberto da tua cobardia.
Isso é que era de homem, daqueles que bebem licor Beirão e tudo.

Sabes, no tempo do estado novo (não escrevo com letra maiúscula propositadamente), mesmo no tempo em que estado novo já era bem velho, os “meninos” que exerciam actividades “subversivas” (embora com outros alvos é certo), mas semelhantes às que aqui exerces, não ficavam com esse sorriso jocoso e a “afiar o dente” como que estás neste preciso momento. Pelo menos não o faziam em liberdade e/ou de perfeita saúde.
Aprende um pouco de história, aprende a respeitar os teus concidadãos, aprende a respeitar a memória dos que deram a vida para que tu hoje possas “blogar” livremente como e quando bem te apetece.

É uma questão de gratidão.

Se as tuas opiniões são diferentes das de outros egos que igualmente se exprimem e publicam à sombra de um qualquer “nick” ciber náutico, a tua actividade de resposta a estas é legitima, e nesses casos, as opiniões do “The Studio” não merecem o meu repúdio, nem sequer a minha atenção. Mas enquanto tu, “The Stupido”, te referires ao trabalho de profissionais responsáveis e respeitadores “do outro”, como é o caso, da forma como o fizeste, só te podes sentir pequeno agarrado a esse teclado para onde vomitas mesquinhes e ignorância.

A tua redenção, com a de todos nós, esta na honradez com que identifica-mos as nossas acções. Enquanto o não fizeres, não és o autor do blog “que a esquerda detesta”, és apenas o filho que qualquer família, ou pátria (valores que te são caros), têm vergonha de ter.

Contra os cobardes marchar, marchar!!!

Civicamente,

Nuno Félix


De Vontade a 28 de Abril de 2007 às 02:05
com essa do desempenho económico do país, só tenho vontade de te arrancar a cabeça. a ti e à percentagem de 1% a quem o regime salazarista beneficiava.

de certeza que não tens familiares que passaram fome, que não estudaram, que começaram a trabalhar com 5 e 6 anos. Vai-te matar, longe, longe...


De Anónimo a 24 de Abril de 2007 às 23:25
Como sugestão, para ilustrar os efeitos do Salazarismo, sugiro-lhe que, por exemplo, compare os sinais vitais das centenas de pessoas assassinadas pelo regime, antes Salazar, durante Salazar e depois de Salazar. Continuação de um bom trabalho.

PS: E já agora, o menino também é todo jeitoso. Mesmo com esse buraco feio no sítio onde deveria estar o cérebro.


De João Pedro Silva a 26 de Outubro de 2007 às 17:41
Para a história fica que à cabeça do regime fascista português esteve Salazar e qualquer pessoa com o mínimo de bom senso percebe que a jornalista (directora) não quer fazer menção ao estado do regime apenas no momento próximo à revolução mas antes ao líder que de facto conferiu o que de mais importante e negativo teve o regime ditatorial do estado novo.

Quanto ao desenvolvimento económico do país convido-te a perguntar à tua mãe porque se chama Salazar àquele instrumento que serve para rapar formas de bolos... Pois é, parece que se estabeleceu qualquer tipo de relação entre um utensílio que "rapa bolos" e um animal que rapava os bolsos dos portugueses e enchia os do Estado e de mais alguns amigos. País próspero era o nosso, tal como a Espanha de Franco mesmo à beirinha... No Alentejo havia fartura para todos claro está... Não meu caro, não era para meia dúzia de grandes senhores... Era para o povinho… Podíamos ter evoluído mais?! Claro que sim... Em parte não evoluímos por termos esta mentalidade que ainda nos aproxima em demasia do país anterior ao dia 25 de Abril de 74.

Não conheço a Raquel Louça Silva de lado nenhum, mas ainda bem que existem mais Raquéis por aí... À direita e à esquerda... Sim porque basta andares atento que encontrarás com certeza quer à direita, quer à esquerda pessoas que sabem o que é Liberdade.

Informa-te e não entres em clichés.

Juízo


Comentar post

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post