Sexta-feira, 27 de Junho de 2008
Portugal moderno

-Rita, que fazes para a semana?


-Para a semana vou de férias para o Algarve.

 

- A sério? Mas eu não sabia que tinhas férias... e muito menos que tinhas dinheiro para ir para o Algarve.

 

- É simples. Amanhã vou fazer um aborto, e depois vou de férias em licença de aborto e com o subsídio de aborto.

 

 

Via blasfémias:

 

Institui medidas sociais de reforço da protecção social na maternidade, paternidade e adopção integradas no âmbito do subsistema de solidariedade e altera o Decreto-Lei n.º 154/88, de 29 de Abril

Artº 4, nº2: «O subsídio social de maternidade é garantido às mulheres nas situações de parto de nado -vivo ou morto, de aborto espontâneo, de interrupção voluntária da gravidez nos termos do artigo 142.º do Código Penal ou de risco clínico para a grávida ou nascituro.»

 

Artigo 10.º
3 — Em caso de aborto espontâneo ou de interrupção voluntária da gravidez o período de concessão varia entre 14 e 30 dias, consoante o período de incapacidade para o trabalho determinado por prescrição médica.”

 

 



publicado por thestudio às 14:20
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quarta-feira, 25 de Junho de 2008
Mais do mesmo

A jornalista de causas Fernanda Câncio divulgou ontem, pela milésima trigésima oitava vez este mês, os pareceres dos juristas de causas Carlos Pamplona Côrte-Real, Isabel Moreira e Luís Duarte d’Almeida sobre o "casamento gay".

 

Os pareceres dos ilustres juristas de causas aqui trazidos pela pena da menina Câncio repetem os mesmos, chamemos argumentos, monótonos de sempre e que nunca singraram. É a evidente inconstitucionalidade do artigo que o constitucionalista Vital Moreira, também ele defensor do "casamento gay" considera evidentemente constitucional, é o amor, é a liberdade individual, são os casais estéreis que casam.

 

No entanto, os pareceres apresentam algumas novidades interessantes. Uma delas é a de afirmar sistemática e repetidamente, que todas as opiniões opostas se fundamentam na ignorância e no preconceito. Dado que todos os argumentos apresentados se aplicam todos eles ipsis verbis ao casamento poligâmico, está implícito nos pareceres que quem se opõe ao casamento poligâmico fundamenta também as suas opiniões na ignorância e no preconceito. Ora, visto que tanto a menina Câncio como os ilustres juristas de causas se opõem ao casamento poligâmico, os referidos pareceres deixam claro que as opinões da menina Câncio e dos ilustres juristas de causas se baseiam na ignorância e no preconceito.

 

Um outro aspecto muito interessante dos pareceres consiste no desrespeito pelas regras democráticas. Conscientes de que a maioria da população se opõe ao "casamento gay", os ilustres juristas defendem que "aos valores fundamentais não se pode opor a maioria". Ora este é precisamente o pensamento que está na génese e que tenta legitimar as ditaduras. A questão aqui é, quem define quais são os valores fundamentais? Evidentemente que ninguém mandatou a menina Câncio nem os ilustres juristas de causas para que fossem eles a definir quais são os nossos valores fundamentais. Se alguém pode definir os valores fundamentais, esse alguém é "a maioria". Sugiro portanto aos ilustres juristas para que aproveitem a sua genialidade para ganhar algum dinheiro fazendo pareceres por exemplo ao Sr. Mugabe do género: "Aos valores fundamentais defendidos pelo sr. Mugabe não se pode opor a maioria que votou na oposição". Aí sim, os seus pareceres seriam bem vindos.

 

 

 



publicado por thestudio às 14:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 24 de Junho de 2008
Cobertura do arrastão de St. Amaro de Oeiras de Junho de 2008

Violência, ataques contra as forças policiais presentes e limpeza dos bens alheios dos restantes banhistas voltaram a acontecer no passado fim de semana, na praia de Santo Amaro de Oeiras. O jornalista da SIC presente no local deu um bom exemplo do que é o jornalismo hoje em dia em Portugal. Tentou ocultar a origem étnica dos energúmenos, ignorou a existência de vítimas e percorreu a praia à procura de alguém que pudesse testemunhar um eventual excesso policial. Pelas palavras do jovem Brasileiro entrevistado, depreende-se que se houve algum excesso policial foi apenas excesso de velocidade enquanto fugiam dos arruaceiros.

 

No Blasfémias está em curso uma longa discussão sobre se se justifica ou não a identificação dos grupos de vândalos envolvidos. Se se tratassem de grupos de skinheads ou de claques de futebol, ninguém discutiria que a identificação dos grupos envolvidos seria fundamental para a notícia. No entanto, tratando-se gangs de jovens de etnias africanas, há muito quem defenda que tal informação não é mais relevante que informar se os arruaceiros usam ou não piercing. O mais caricato é que, ao insistir tanto que a informação sobre a origem racial não deve ser revelada pois não é importante, acabam por provar o contrário: que é importante e por isso a querem ocultar.

 

Numa democracia, os jornalistas devem fornecer aos leitores todos os factos de forma idónea, isenta e imparcial. Cabe aos leitores avaliar os factos e tirar as suas próprias ilações.

 

Numa ditadura, os factos inconvenientes são censurados e os restantes são devidamente tratados pelo jornalista por forma a manipular a opinião dos leitores.

 

Em termos jornalísticos, Portugal está muito mais próximo de uma ditadura que de uma democracia propriamente dita.

 

 



publicado por thestudio às 14:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 19 de Junho de 2008
Espanha abre os olhos

O governo espanhol preparou um pacote de incentivos financeiros para que os imigrantes regressem aos países de origem. Segundo a edição de hoje do jornal El Pais, a medida vai abranger cerca de um milhão de pessoas a partir de Julho deste ano, ou seja, quase metade dos 2,2 milhões de cidadãos extracomunitários que residem legalmente em Espanha.

 

 

Não é Sarkozy nem Berlusconi. É mesmo Zapatero, o Primeiro Ministro mais progressista do mundo civilizado. Pois Zapatero quer pagar aos imigrantes legalizados a residir e trabalhar em Espanha para que estes abandonem o país. A lei não se destina aos criminosos, ilegais ou àqueles que vivem às custas da Segurança Social. Não, destina-se mesmo a mandar embora trabalhadores honestos.

 

Se o efeito dos imigrantes que trabalham legalmente em Espanha é tal que o governo até lhes paga para se irem embora, calcule-se qual será o impacto dos subsidio-dependentes que vivem nos bairros de lata (a esses escusam de lhes tentar pagar que eles dali não saiem). Este parece ser o fim do mito de que os imigrantes poderão ter algum efeito benéfico para os países de acolhimento.



publicado por thestudio às 02:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 18 de Junho de 2008
Factos vs. Preconceitos

«A OMS diz que é só em África que existem números significativos de heterossexuais atingidos por HIV/SIDA, e é desse continente que vêm os poucos europeus heterossexuais que contraíram SIDA.»

 

 

Foi este o texto da Patrícia Lança que indignou os grandes entelectuais da blogosfera. Mas quais são os factos? As estatísticas em Portugal são politicamente correctas, e como tal não indicam a origem dos infectados. Vejam-se então, por exemplo, as estatísticas do Reino Unido onde esses dados existem:


Two thirds of all new cases diagnosed last year were in people who contracted HIV in other countries where the virus is more prevalent, such as sub-Saharan Africa. A third were among gay and bisexual men.

 

No Reino Unido, dois terços dos novos casos diagnosticados o ano passado foram contraídos em países onde a incidência do vírus é maior, nomeadamente na África sub-saariana. Um terço foi diagnosticado em homens gay e bissexuais.

 


Approximately 2,700 men who have sex with men were diagnosed in 2006. But the majority of people actually diagnosed with HIV in the UK in 2006 (61%) had been infected through heterossexual sex. Most of these infections were acquired abroad and many were in individuals of African origin.

 

 

E no site do governo.

 

2,356 new diagnoses of HIV infection among gay and bisexual men reported in 2005(...), just over two thirds of the total in both heterosexual men and women (2,760) were probably acquired in Africa.

 

 

Ou seja, os gays constituem uma grande parte dos infectados e os heterossexuais infectados são esmagadoramente provenientes de África.

 

 

Como reagir portanto aos factos que colidem com os seus preconceitos? Com insultos, citando-se uns aos outros, e com um suposto desmentido que seguramente nem leram e que não desmente nenhum dos factos.

 

 



publicado por thestudio às 12:26
link do post | comentar | favorito

A SIDA e os grupos de risco

A sugestão de que os homossexuais constituiriam um grupo de risco no que diz respeito à SIDA levantou as habituais reacções pavlovianas entre os entelectuais cá do burgo.

 

O promissor João Galamba indignou-se afirmando que o conceito de "grupo de risco" é um preconceito social, ao passo que a activista Ana Matos Pires cita um alegado médico para concluir que:

 

“Em medicina, para falarmos de risco infeccioso, temos de falar apenas e só em comportamentos. Esses sim passiveis de serem descritidos, delimitados e pensados medicamente.”

 

A propósito da transmissão do HIV por via sexual, talvez a menina Ana não saiba, mas numa relação sexual intervêm duas (ou mais) pessoas. É claro que a Ana até pode brincar sozinha, mas isso, tecnicamente, não se designa por "relação sexual". Eu até lhe deixava aqui umas imagens, mas não quero ser mal interpretado. Ora, estando envolvidas outras pessoas, a probabilidade de alguém contrair HIV não depende apenas do seu comportamento mas também das pessoas com quem se relaciona, ou seja do grupo em que se insere. Uma elevada incidência de HIV em determinados grupos leva a que esses grupos se designem como "grupos de risco".



publicado por thestudio às 11:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 5 de Junho de 2008
Cidadão britânico acusado de terrorismo nos EUA

 

Já não se pode confiar nem mesmo nos melhores aliados! Agora são os Britânicos que andam a preparar actos terroristas nos EUA.

 

Binyan Mohammed, cidadão britânico nascido na Etiópia é suspeito de ter preparado atentados contra edifícios e estações de serviço nos Estados Unidos, e foi acusado de conspiração e apoio ao terrorismo.

 

De acordo com documentos do Pentágono, Binyan Mohammed recebeu instruções por parte do «cérebro» dos atentados de 11 de Setembro, Khalid Cheikh Mohammed, para se deslocar aos EUA e aí cometer atentados contra edifícios de habitação e estações de serviço.

 

As acusações contra Binyan Mohammed indicam que ele foi treinado em campos da al-Qaeda em 2001, onde aprendeu a manusear armas e explosivos, tendo combatido por conta dos talibãs perto de Cabul e sido seleccionado para participar numa missão terrorista especial.

 

A cidadania Europeia agora ganha-se na farinha Maizena e depois dá nisto.



publicado por thestudio às 04:42
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 4 de Junho de 2008
Paradoxo

Acabei de ouvir Manuel Alegre no "encontro das esquerdas" afirmando que os Portugueses estão a ser obrigados a emigrar devido à falta de empregos no país. Trata-se aparentemente de um paradoxo, pois os mesmos participantes no encontro defendem também que Portugal precisa de mais imigrantes para preencher os empregos em excesso no país.



publicado por thestudio às 05:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Mega Demagogia

Decorreu hoje o encontro de Esquerdas, ou lá como se chamou esse espectáculo circense, no Teatro da Trindade e que reuniu Manuel Alegre, Helena Roseta, o Bloco de Esquerda e Comunistas renovadores.

 

O primeiro a brilhar foi o deputado Bloquista José Soeiro:

 

"Coube ao deputado José Soeiro ser o primeiro orador da noite. Num discurso sobre a pobreza e a precariedade, deu como exemplo das injustiças das políticas neo-liberais a situação de Madalena, uma empregada de limpeza do Banco Millenium BCP.

«Não trabalha para o BCP, mas como temporária numa empresa de limpezas. Ganha 2,42 euros à hora. É verdade, no mesmo banco que desbaratou milhões em prémios milionários para premiar a evasão fiscal»"

 

 

O BCP não tem empregadas de limpeza, e assim contrata uma empresa externa que presta os serviços de limpeza. Portanto, a culpa da situação laboral dos trabalhadores nessa outra empresa é do BCP. Se acrescentarmos a proposta demagógica apresentada sexta feira por Francisco Louçã no parlamento, para o BE a senhora Madalena deveria ser já integrada nos quadros do BCP.

 

 

 



publicado por thestudio às 04:42
link do post | comentar | favorito

Ainda há gente esclarecida

Está neste momento a ser transmitida na SIC Notícias uma impagável entrevista a um tal Manuel Urbano Rodrigues.

 

O senhor Rodrigues confessa-se um admirador das FARC e afirmou que estes foram a sua maior fonte de inspiração. Negou a existência raptos por parte das FARC, afirmando que há apenas reféns, isto é, pessoas que não pagaram o tributo financeiro exigido pelas FARC. Tudo dentro da legalidade portanto.

 

Este senhor Rodrigues já classificou o Governo de José Sócrates como Neo-Fascista. Nada mal.

 

Acabou também de afirmar que as guerras hoje em dia são para pilhar recursos e que na História apenas são comparáveis às invasões Nazis.

 

Isto promete, que ele ainda está a falar. Viveu 8 anos em Cuba e visitou muitas vezes a União Soviética. Presumo que em Cuba não tenha vivido nas palhotas em que vivem os Cubanos nem se tenha alimentado da mesma forma que os Cubanos, senão certamente estaria caladinho.

 

A entrevista promete, que o homem ainda está a falar.

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 Adenda 1:

 

O senhor Rodrigues acaba de confessar que não comeu carne de vaca durante os oito anos que esteve em Cuba (pois era um "recurso estratégico"). Deve ser isso que ele deseja para Portugal.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Adenda 2:

 

Ainda mal acabou a entrevista com Manuel Urbano Rodrigues e já estão a anunciar nova entrevista com mais um grande pensador da Esquerda.

 

 

 



publicado por thestudio às 04:33
link do post | comentar | favorito

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários