Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2007
Tradução Esquerdês-Português
O PolíticaXIX apresenta aqui a tradução do texto "Tanta gente sem casa e tanta casa sem gente" de Esquerdês, a linguagem habitualmente usada pelos políticos demagogos, para Português corrente. O texto original foi publicado no Esquerda.net.

Ao som de saxofones, tambores e apitos, centenas de pessoas manifestaram-se Domingo, em Lisboa, pelo direito à habitação. A palavra de ordem mais ouvida foi "Direito à habitação".

Os palhaços do costume foram Domingo para a baixa de Lisboa, produzir poluição sonora, e chatear a cabeça a quem escolheu aquela zona da cidade para passear. Destas vez berrou-se "queremos casas à borla".

Porque em Portugal este direito fundamental que figura no artigo 65 da Constituição não é assegurado, comissões de moradores e associações juntaram-se na manifestação convocada pela Plataforma Artigo 65. Por uma casa com conforto para todas as famílias.

Porque acham que ter uma casa paga com os impostos dos contribuintes é um direito fundamental, os imigrantes ilegais e os mentecaptos do Bloco de Esquerda juntaram-se na manifestação convocada por outra das criações do BE, a Plataforma Artigo 65. E não querem uma casa qualquer, querem uma casa com conforto para todas as famílias.

Helena Roseta, da Ordem dos Arquitectos, frisou que "As pessoas que estão fora do Plano Especial de Realojamento não têm direitos" e "isso tem que mudar".

A inenarrável Helena Roseta, da Ordem dos Arquitectos, frisou que "quem já devia ter sido recambiado para o país de origem não tem direito a casa paga pelos actuais planos de realojamento, e isso tem que mudar"


O fim das demolições é a prioridade dos habitantes dos bairros das Marianas e do Fim do Mundo, a quem não são garantidas alternativas de alojamento. As comissões de moradores deixaram o seu apelo: "A Segurança social deixou de nos apoiar e hoje ficamos na rua. Vimos aqui pedir o apoio de todos, que se manifestem."

Que a lei não seja cumprida, é a prioridade dos imigrantes que foram correr à pressa para os bairros das Marianas e do Fim do Mundo quando souberam que estes iam ser demolidos, na esperança de arranjar uma casa à borla. As comissões de moradores deixaram o seu apelo: "A Segurança social está farta que a parasitemos. Vimos aqui pedir o apoio de todos, que se manifestem."


Também Américo Baptista, da comissão de moradores do bairro da Amendoeira, acusa o Estado e o Governo de os deixarem sem hipótese de saída, com aumentos de rendas na ordem dos 1000%. Pedem a extinção da Fundação D. Pedro IV e a alienação do património aos moradores, e asseguram que "Lutamos para ganhar."

Também Américo Baptista, da comissão de moradores do bairro da Amendoeira, acusa o Estado e o Governo de querer que eles passem a pagar pequenas rendas em vez de rendas meramente simbólicas. Pedem a extinção da Fundação D. Pedro IV e querem ficar com o património da Fundação.

Helena Pinto, deputada do BE, declarou ao Esquerda que o Bloco "apoia este movimento", não só no caso das demolições, "que põem famílias inteiras na rua", como no arrendamento jovem. A faixa dos jovens do BE manifestava o desejo de "sair de casa antes dos 40 "partilhado por muitos jovens que participavam na manifestação.

Helena Pinto, uma gaja com ar de mulher a dias que anda lá pelo parlamento, declarou ao Esquerda que o Bloco apoia todos estes dislastes. A faixa dos jovens do BE manifestava o desejo de "receber subsídio jovem até aos 40 e a reforma a partir dos 40".


Uma delas trazia um cartaz que propunha "Troco rim por T2 no Chiado, porque, devido à especulação, "é impossível comprar casa". Rita Silva, da Solidariedade Imigrante, acrescenta que "o ordenado mínimo de 400 euros não chega para pagar uma renda em Lisboa."

A culpa é do capitalismo e do imperialismo americano. Rita Silva, da Solidariedade Imigrante, acrescenta que "A lei Portuguesa estabelece que quem não tem condições para assegurar a sua estadia em Portugal não verifica as condições para a legalização, mas nós estamos nas tintas para a lei Portuguesa"

A Plataforma Artigo 65 junta as reivindicações de numerosos movimentos, associações e comissões de moradores, focando a importância de uma política coordenadora da habitação em Portugal. Tantas vozes diferentes mostram que o problema da habitação não é só dos imigrantes(...)

A Plataforma Artigo 65 congrega os numerosos grupelhos criados pelo Bloco de Esquerda para parecerem muitos. E já que os imigrantes vão levar casas à borla, há mais uns quantos parasitas que já se estão a preparar a ver se lhes calha alguma coisa.


publicado por thestudio às 05:45
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Há palhaços no Rossio
No passado Domingo, demandou pela baixa de Lisboa um bando de trogloditas em resposta a um


palhacos65.jpg


publicado por thestudio às 05:07
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2007
Gang Serra City
Atacam em grupos numerosos, recorrem a facas e a armas de fogo e não hesitam em passar à agressão quando querem assaltar alguém. Trata-se, alegadamente, do denominado ‘Gang Serra City’ – como se auto-intitulou num vídeo que corre pela internet – e é suspeito de vários assaltos violentos no concelho de Sintra.

Segundo fonte policial, cinco rapazes abordaram um homem que esperava pela namorada junto ao carro. Um dos elementos do grupo disparou dois tiros em direcção às pernas da vítima, mas não a atingiu. Desesperado, o homem começou a correr para tentar escapar aos agressores.

A fonte policial diz que este grupo tem provocado um grande sentimento de insegurança pela violência que emprega nos crimes. Ainda no último sábado, a GNR identificou 15 suspeitos que se preparavam para assaltar um posto de combustível em Mem Martins.

No filme, aparecem imagens dos elementos do grupo, que ostentam armas e peças em ouro alegadamente roubadas. Ao som de uma música que afirma que a GNR os persegue por serem negros, o grupo de amigos não hesita em mostrar armas de fogo, peças em ouro e dinheiro.


Afinal parece que as campanhas de sensibilização estão a dar frutos. Os jovens praticam assaltos em série, andam aos tiros nas vítimas, e mesmo assim estão convencidos que a polícia só os persegue porque são negros. Vamos lá ver se o ministro António Costa também manda deter estes por exibirem armas em video...


http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=232614&idselect=10&idCanal=10&p=200


publicado por thestudio às 04:53
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2007
Pedaço de Asno
danieloliveira.jpg

No pretérito sábado, Daniel Oliveira presenteou-nos nas páginas do "Expresso" com mais uma obra prima da cultura asinina que floresce ali para os lados do Bloco de Esquerda. Ao dirigente do Bloco de Esquerda, é-lhe indiferente a sorte da Madeira: Que se afunde em dívidas, que se torne independente ou, quem sabe, que morram todos afogados, isso não lhe interessa. A Madeira é exclusivamente problema dos Madeirenses.

Como muito bem notou Ferreira Fernandes, o mesmo já não diz o dirigente do Bloco de Esquerda sobre a Palestina. A sorte da Palestina não lhe é indiferente e o problema da Palestina diz-nos respeito a todos. O título que Ferreira Fernandes escolheu para o artigo que dedicou a Daniel Oliveira, diz tudo o que há a dizer: "Pedaço de asno".

E já agora, vale a pena ler:
http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=232420&idselect=93&idCanal=93&p=200


publicado por thestudio às 17:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2007
Jornalismo de causas e jornalismo de referência
Daniel Oliveira está triste e apreensivo com a notícia de que João Marcelino, ex-director do Correio da Manhã, será o novo director do Diário de Notícias. Ter-se-á perdido um jornal de referência para se ganhar mais um jornal engajado à cartilha ideológica da direita mais agressiva, acusa num artigo intitulado “Mais um tablóide, mais um para a causa”.

Para aqueles que não sabem, o termo “tablóide” é um termo de origem inglesa que designa os jornais de folha curta, habitualmente mais sensacionalistas, por contraponto aos tradicionais jornais, mais sérios, e publicados em folha mais extensa. Este termo tornou-se posteriormente, embora de forma um tanto errónea, sinónimo de jornal sensacionalista. Os jornais sensacionalistas caracterizam-se pelo tipo de notícias que publicam, dando destaque muitas vezes a factos referentes à vida pessoal de figuras públicas mas com pouca relevância noticiosa, como por exemplo “ministro dormiu com a amante”. Manifestamente, o “Correio da Manh㔠não é um jornal deste tipo. Então porquê, classificá-lo como sensacionalista? Ignorância ou má fé?

Os jornais não são de Direita nem de Esquerda, quando muito, os jornalistas ou restantes membros da redacção podem ser de Direita ou de Esquerda. O Correio da Manhã, em particular, é um jornal muito comezinho. Publica um tipo de notícias específico no qual o leitor comum está interessado: a fábrica que vai fechar lá para o Norte, o assalto na rua do lado, o guindaste que caiu num bairro vizinho, o acidente que fez duas vítimas na auto-estrada. O Correio da Manhã é tão somente um retrato fiel do país. Não é pretensioso e parece completamente alheio a questões políticas. Então o que lhe vale o ódio de Daniel Oliveira e quejandos? A razão é simples: Os “Danieis” têm por hábito dissertar afincadamente sobre as grandes maravilhas que as “Covas da Moura” e o multiculturalismo trazem ao país. Porém, quando se abre o Correio da Manhã, constata-se que essas “Covas da Moura” e esse multiculturalismo são diariamente responsáveis por assaltos, tiroteios, arrastões, tráfico de droga, contrabando e tráfico de armas para ser sucinto. E assim, as convicções dos “Danieis” estão em flagrante contradição com a realidade. Dado que as suas convicções não podem ser alteradas, altere-se ou adultere-se a realidade.

E é aqui que o Diário de Notícias aparece como jornal de referência. Não é por nele termos o privilégio de ler as crónicas desses vultos da análise política que são uma Joana do Amaral Dias, uma Fernanda Câncio ou uma Ana Sá Lopes. Não, artigos de opinião são apenas artigos de opinião e são legítimos em qualquer jornal, por mais disparatadas que as opiniões possam ser. O Diário de Notícias é um jornal de referência porque é um instrumento de propaganda política no qual a propaganda é passada subliminarmente disfarçada sob a capa de notícias. É um jornal de referência porque a jornalista Céu Neves inventa que o relatório do EUCM (1) acusa Portugal de discriminar as minorias no acesso à habitação, o que é falso, mas que serve de pretexto para dar tempo de antena aos seus correligionários “Danieis”. É um jornal de referência porque serve de caixa de ressonância dos dislates da senhora deputada Helena Pinto. É um jornal de referência porque “ensina” aos seus leitores que a elevada votação no Professor Oliveira Salazar no concurso para “Melhor Português de Sempre” se deve a uma vaga de SMSs anónimos postos a circular por perigosos “fássistas”, e por aí diante. Aliás, quando o Daniel Oliveira classifica o DN como jornal de referência, penso que nem é preciso acrescentar mais nada.


(1)- Ler neste blog o artigo “Diário de Mentiras” publicado a 11 de Dezembro de 2006


publicado por thestudio às 23:16
link do post | comentar | favorito

Boas Notícias
João Marcelino, actual director do Correio da Manhã, irá assumir a função de director no Diário de Notícias. Esperemos que a partir de agora, o Diário de Notícias passe a ser realmente um diário de notícias e deixe de ser um pasquim de propaganda política travestida de notícias. Para isso já bastam o Avante e o Esquerda.net, que, apesar de tudo, sempre são um pouco mais imparciais.


publicado por thestudio às 17:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 17 de Fevereiro de 2007
Memória
"Faz hoje 21 anos que foi assassinado a tiro, numa rua de Lisboa, pelas FP's 25 de Abril, Gaspar Castelo Branco, então Director-Geral dos Serviços Prisionais. Para que ao menos a memória não se amnistie nem prescreva." - em Tomar Partido II .


Convém também recordar, que alguns dos terroristas das FP's 25 são agora dirigentes do Bloco de Esquerda, o partido que "pugna pela moralização da classe política".


publicado por thestudio às 16:55
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2007
Candidato 1: PCR e Bloco de Partidos Democráticos – Roménia 1946
Candidato 1: PCR e Bloco de Partidos Democráticos – Roménia 1946


Tipo de eleições: Parlamentares
Data da fraude: 19 de Novembro de 1946
Autores da fraude: Partido Comunista Romeno e Bloco de Partidos Democráticos


Contexto:

No turbilhão que se viveu na Roménia durante os últimos anos da II Guerra Mundial, duas correntes políticas distintas lutavam pelo o poder. De um lado encontravam-se as forças Democráticas que desejavam adoptar o modelo democrático Ocidental, e do outro, as forças Comunistas que defendiam o modelo Soviético. Apesar de extremamente minoritárias, as forças Comunistas tomaram o poder temporário em Março de 1945 devido à intervenção de Estaline. De imediato as forças Comunistas lideradas por Petru Groza tomaram as medidas necessárias para tentar acabar com toda a oposição. Finalmente, em Fevereiro de 1946 a oposição, que contava com o apoio do Rei, reconheceu o governo de Groza em troca da promessa de que em breve seriam levadas a cabo eleições livres. Conscientes de que eram claramente minoritários, os Comunistas conseguiram adiar sucessivamente as eleições, que viriam a acontecer a 19 de Novembro de 1946.


A campanha eleitoral:

Ao acto eleitoral concorriam o PNT (Partido Nacional do Povo), defensor do modelo democrático ocidental, e uma coligação entre o PCR (Partido Comunista Romeno) e vários pequenos partidos de extrema Esquerda designada por BPD (Bloco de Partidos Democráticos). A campanha decorreu sob um clima de violência e intimidação generalizadas, levadas a cabo pelos activistas do Bloco. Na cidade de Pitesti, os activistas do Bloco assassinaram mesmo o candidato do PNT. Recursos estatais foram usados na campanha do Bloco e foram observadas todo o tipo de irregularidades, como a prisão de trabalhadores romenos da embaixada dos EUA.


Acto eleitoral:

Coube às autoridades locais, controladas pelo Partido Comunista, vigiar o acto eleitoral, bem como proceder à contagem dos votos. Os números oficiais atribuíram 79,86 ao PCR/BPD, se bem que os analistas são unânimes quanto a que o PNT teria ganho as eleições.


Epílogo:

O Partido Comunista / Bloco tomaram o poder, e durante 50 anos foi o que se viu.


publicado por thestudio às 03:05
link do post | comentar | favorito

Maior fraude eleitoral de sempre (1)
Tenho a honra de apresentar a todos os leitores deste blog, mais uma grande iniciativa do Politica XIX: A eleição da MAIOR FRAUDE ELEITORAL DE SEMPRE.

Numa primeira fase serão apresentadas as fraudes eleitorais candidatas, sendo os leitores convidados também a sugerir novas candidatas. Numa segunda fase, serão apresentados os regulamentos e proceder-se-á à votação.

Resta-me desejar boa sorte a todas as fraudes candidatas.


publicado por thestudio às 01:37
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2007
Pior Português de Sempre (2)
piorcomm2.jpg

Daniel, não te preocupes que nestas votações organizadas pelos "intelectuais" de Esquerda, o resultado é mais previsível que nas eleições do Zimbabwe ou da Venezuela. O pior que pode acontecer, é nos últimos instantes da votação aparecerem algumas centenas de votantes no Salazar e desaparecerem alguns votos no Soares.


publicado por thestudio às 04:08
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2007
Pior Português de Sempre
Se o "Eixo do Mal" e o "Inimigo Público" fizessem parte da Comissão Eleitoral das últimas presidenciais, a esta hora Soares seria sem dúvida o Presidente da República.

Image Hosted by ImageShack.us


publicado por thestudio às 18:48
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 13 de Fevereiro de 2007
Aljustrel, esse exemplo para a Humanidade
O demagogo Francisco Louçã reagiu aos resultados do referendo afirmando que com estes 59% de votos no SIM chegámos ao século XXI. No Alentejo profundo, no concelho de Aljustrel, registaram-se mais de noventa por cento de votos no SIM. Aljustrel já deve ir lá pelo século XXIII ou XXIV.


publicado por thestudio às 04:01
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Dia 11, datas negras
11 de Setembro - Estados Unidos da América

11 de Março - Espanha

11 de Fevereiro - Portugal


publicado por thestudio às 03:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 6 de Fevereiro de 2007
Pato Fedorento
O blog "Sim no Referendo" publicou no passado dia 4 de Fevereiro o contributo do Gato Fedorento José Diogo Quintela. Depois de ler e reler o texto, fiquei sem dúvidas quanto a tratar-se de um texto do mais fino recorte irónico, em que o humorista faz pura zombaria dos ilustres defensores do SIM. Com efeito José Quintela apresenta talvez o argumento mais forte de toda a campanha, quase irrefutável... a favor do NÃO... para depois concluir que é favorável ao SIM.
Argumenta o humorista que, e passo a citar,

"A partir do momento em que nem a ciência consegue estabelecer, com o mínimo de unanimidade, quando é que o embrião passa a ser uma pessoa, não considero aceitável que o Estado proíba alguém de abortar. "

Ora bem, quando se toma uma decisão sobre cometer um acto que provoca a morte um alvo que não sabemos se se trata de uma pessoa, a resposta só pode ser...

Por exemplo, imaginemos que andamos à caça. De repente vemos um vulto mover-se por trás de uns arbustos, mas está meio encoberto e ficamos na dúvida se se trata de uma peça de caça ou de uma pessoa, digamos, de algum outro caçador que por ali ande. Na dúvida se se trata ou não de uma pessoa, a nossa decisão consciente só pode ser: atirar a matar. Ou como diria o José Quintela, "não considero aceitável que o Estado proíba alguém de disparar. "

Sem nos dar tempo para respirar, continua ...

"As questões que podem impedir que se despenalize o aborto são questões morais e, sobre essas, o Estado não pode legislar."

Esta é de fino humor negro, pois sabendo o humorista que os defensores do SIM são na sua maioria adeptos que se legisle sobre questões morais, como por exemplo proibindo as touradas de morte, dá-lhes esta tacada forte e feio nas partes baixas.

E o humorista, qual alma penada sem descanso, lá continua a sinfonia do disparate,

Não cabe ao Estado, à Sociedade ou a qualquer Grupo de Sábios, sancionar ou não os abortos.

Cabe-lhes apenas pagar os abortos. Por esta altura, a inteligência do Daniel Oliveira, que concordamos não ser muita, já lhe deveria ter permitido concluir que o humorista estaria simplesmente a fazer aquilo que melhor sabe fazer: humor.


zediogoquintela.JPG
O humorista José Diogo Quintela divertiu-se a fazer passar por tolos a comitiva do SIM e em particular o intelectual e jornalista de causas Daniel Oliveira.


publicado por thestudio às 01:04
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Segunda-feira, 5 de Fevereiro de 2007
Trogloditas pelo Sim
O "Movimento Jovens pelo SIM", presenteou-nos no seu tempo de antena com o testemunho de diversos jovens que apoiam o referido movimento. Talvez para apelar subconscientemente ao voto dos trogloditas deste país, os Jovens pelo Sim foram desencantar algures, estes dois jovens discriminados intelectualmente pelo criador, que nem uma frase em condições conseguem articular.


jovempelosim1.jpg

"Eu acho que há muitíssimos argumentos a favor desta questão, e para já, aquele que me parece mais evidente e mais natural é a liberdade individual." Para argumento improvisado a favor de uma questão até que nem está nada mal. Esperemos que este jovem tenha mais jeito para escrever que para falar.

jovempelosim2.jpg

"Noto que há uma maior preocupação, e foi aquilo que da primeira vez não havia, pá, o pessoal tava (som ininteligível), tava todo na praia, dia bom dia de Verão e não sei quê tava-se a marimbar. As pessoas estão com outro nível de preocupação e consciência social e acho que desta vez não vai haver falhas". Alguém que lhe explique cuidadosamente onde é para fazer a cruzinha, ou ainda vai haver falhas e o voto vai parar aos nulos.


publicado por thestudio às 00:02
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários