Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2007
E a argumentação de António Costa
Se alguém faz sombra ao Primeiro Ministro pela quantidade de burrices que diz, é o ministro António Costa. Segundo pode ler-se no site oficial do PS, “«Não é rigoroso dizer que é possível manter um crime sem qualquer tipo de sanção. Não há crime sem pena, quem não quer pena de prisão deve votar Sim. ...»”.

Segundo as diferentes fontes, ocorrem por ano em Portugal entre 20 mil a 40 mil abortos. Isto significa que terão sido efectuados entre 200 a 400 mil abortos nos últimos dez anos. O número de mulheres que está ou esteve presa em Portugal nos últimos dez anos é zero. Portanto, o argumento de que é urgente mudar a lei para evitar que as mulheres vão parar à prisão faz todo o sentido.


publicado por thestudio às 00:57
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

A coerência de Sócrates...
O inenarrável Primeiro Ministro de Portugal, o Engenheiro José Sócrates, entrou finalmente em força na campanha eleitoral sobre o aborto, e é caso para dizer que entrou em grande. A primeira coisa que fez foi meter a pata poça, ou, diga-se em abono da verdade, meteu logo as quatro. A primeira coisa que lhe saiu quando abriu a boca foi que “É a penalização até às dez semanas que torna a IVG em aborto clandestino.”. Depois de insistir, insistir e voltar a insistir que o termo “aborto” é incorrecto, parece que o Primeiro Ministro abortou as ideias iniciais e ele próprio tornou a IVG em aborto.

A bem da coerência, é IVG quando convém e é aborto quando não convém. Segundo pode ainda ler-se na comunicação social, “Sócrates considera o aborto clandestino uma «vergonha nacional» e diz-se «entre os portugueses que não se conformam com esta sóbria realidade».”. Pois bem, parece que Sócrates está apostado em que os Portugueses o considerem uma vergonha nacional bem maior que o aborto.


publicado por thestudio às 00:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 26 de Janeiro de 2007
Aborto e pedofilia
Um dos argumentos mais usados a favor da liberalização do aborto é o de que a sua punição não evita que os abortos continuem a ser realizados. Assim, seria preferível legalizar o aborto, passando os abortos a ser realizados instalações públicas e em condições de segurança para a mulher.

A validade deste argumento pode ser aquilatada aplicando-o, por exemplo à pedofilia. Apesar de ser punida pelo código penal, a pedofilia nunca deixou de existir e continua a praticar-se. Pela mesma argumentação, seria preferível liberalizar a pedofilia, podendo esta passar a ser praticada em instalações públicas e onde as crianças poderiam ser violadas em segurança.


publicado por thestudio às 00:51
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2007
Aborto e terrorismo
torroraborto.jpg


Se alguma vez se avançar para um referendo sobre a liberalização do terrorismo, outra causa tão acarinhada pela Esquerda Portuguesa, podem desde já guardar os argumentos e os slogans usados na campanha pelo aborto. "A mulher/o terrorista decide" e "A barriga é minha" têm idêntica validade para ambos os casos. Se a mulher tem o direito a decidir num caso, também tem o direito a decidir no outro, e se a barriga era sua, continua a ser sua.

Mas há mais em comum entre o aborto e o terrorismo. Em ambos os casos há vítimas inocentes: No primeiro caso são os fetos que perdem a vida, no segundo são as pessoas que viajavam de comboio ou de metro. Mas claro, o argumento da vida dos outros pesa menos que o argumento da minha barriga.


publicado por thestudio às 00:54
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2007
Dois argumentos a favor do SIM
Se o Bloco de Esquerda mudasse os seus argumentos, ainda seriam capazes de convencer muito boa gente a votar sim...


drago2.jpg

louca.jpg


publicado por thestudio às 00:35
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Domingo, 21 de Janeiro de 2007
Como vai votar?
abortos1.jpg

abortos1.jpg


publicado por thestudio às 13:00
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários