Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2007
Tradução Esquerdês-Português
O PolíticaXIX apresenta aqui a tradução do texto "Tanta gente sem casa e tanta casa sem gente" de Esquerdês, a linguagem habitualmente usada pelos políticos demagogos, para Português corrente. O texto original foi publicado no Esquerda.net.

Ao som de saxofones, tambores e apitos, centenas de pessoas manifestaram-se Domingo, em Lisboa, pelo direito à habitação. A palavra de ordem mais ouvida foi "Direito à habitação".

Os palhaços do costume foram Domingo para a baixa de Lisboa, produzir poluição sonora, e chatear a cabeça a quem escolheu aquela zona da cidade para passear. Destas vez berrou-se "queremos casas à borla".

Porque em Portugal este direito fundamental que figura no artigo 65 da Constituição não é assegurado, comissões de moradores e associações juntaram-se na manifestação convocada pela Plataforma Artigo 65. Por uma casa com conforto para todas as famílias.

Porque acham que ter uma casa paga com os impostos dos contribuintes é um direito fundamental, os imigrantes ilegais e os mentecaptos do Bloco de Esquerda juntaram-se na manifestação convocada por outra das criações do BE, a Plataforma Artigo 65. E não querem uma casa qualquer, querem uma casa com conforto para todas as famílias.

Helena Roseta, da Ordem dos Arquitectos, frisou que "As pessoas que estão fora do Plano Especial de Realojamento não têm direitos" e "isso tem que mudar".

A inenarrável Helena Roseta, da Ordem dos Arquitectos, frisou que "quem já devia ter sido recambiado para o país de origem não tem direito a casa paga pelos actuais planos de realojamento, e isso tem que mudar"


O fim das demolições é a prioridade dos habitantes dos bairros das Marianas e do Fim do Mundo, a quem não são garantidas alternativas de alojamento. As comissões de moradores deixaram o seu apelo: "A Segurança social deixou de nos apoiar e hoje ficamos na rua. Vimos aqui pedir o apoio de todos, que se manifestem."

Que a lei não seja cumprida, é a prioridade dos imigrantes que foram correr à pressa para os bairros das Marianas e do Fim do Mundo quando souberam que estes iam ser demolidos, na esperança de arranjar uma casa à borla. As comissões de moradores deixaram o seu apelo: "A Segurança social está farta que a parasitemos. Vimos aqui pedir o apoio de todos, que se manifestem."


Também Américo Baptista, da comissão de moradores do bairro da Amendoeira, acusa o Estado e o Governo de os deixarem sem hipótese de saída, com aumentos de rendas na ordem dos 1000%. Pedem a extinção da Fundação D. Pedro IV e a alienação do património aos moradores, e asseguram que "Lutamos para ganhar."

Também Américo Baptista, da comissão de moradores do bairro da Amendoeira, acusa o Estado e o Governo de querer que eles passem a pagar pequenas rendas em vez de rendas meramente simbólicas. Pedem a extinção da Fundação D. Pedro IV e querem ficar com o património da Fundação.

Helena Pinto, deputada do BE, declarou ao Esquerda que o Bloco "apoia este movimento", não só no caso das demolições, "que põem famílias inteiras na rua", como no arrendamento jovem. A faixa dos jovens do BE manifestava o desejo de "sair de casa antes dos 40 "partilhado por muitos jovens que participavam na manifestação.

Helena Pinto, uma gaja com ar de mulher a dias que anda lá pelo parlamento, declarou ao Esquerda que o Bloco apoia todos estes dislastes. A faixa dos jovens do BE manifestava o desejo de "receber subsídio jovem até aos 40 e a reforma a partir dos 40".


Uma delas trazia um cartaz que propunha "Troco rim por T2 no Chiado, porque, devido à especulação, "é impossível comprar casa". Rita Silva, da Solidariedade Imigrante, acrescenta que "o ordenado mínimo de 400 euros não chega para pagar uma renda em Lisboa."

A culpa é do capitalismo e do imperialismo americano. Rita Silva, da Solidariedade Imigrante, acrescenta que "A lei Portuguesa estabelece que quem não tem condições para assegurar a sua estadia em Portugal não verifica as condições para a legalização, mas nós estamos nas tintas para a lei Portuguesa"

A Plataforma Artigo 65 junta as reivindicações de numerosos movimentos, associações e comissões de moradores, focando a importância de uma política coordenadora da habitação em Portugal. Tantas vozes diferentes mostram que o problema da habitação não é só dos imigrantes(...)

A Plataforma Artigo 65 congrega os numerosos grupelhos criados pelo Bloco de Esquerda para parecerem muitos. E já que os imigrantes vão levar casas à borla, há mais uns quantos parasitas que já se estão a preparar a ver se lhes calha alguma coisa.


publicado por thestudio às 05:45
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Just a stupid person with an ideology a 12 de Março de 2007 às 12:19
Bastante engraçada a ideia do dicionário. e concordo totalmente com a ideia de que não se devem criar condições para que estes imigrantes que vêm pra Portugal à procura de trabalho. Principalmente aqueles que vieram na altura da Expo ou da construção dos estádios para o Euro. Falta de mão de obra? Qual quê! Fartei-me, eu e muitos cidadãos portugueses-com-muito-orgulho-com-muito-orgulho, de procurar trabalho nas obras e ninguém me aceitou, os gajos são exigentes como o c******. Mas o cabrão do preto que tava na fila (enoooorme esta fila) foi aceite e nem sequer está legal. Além disso, acho que esta gente é bastante estúpida, nomeadamente os que procuram naturalizar-se. Que idiotas! Eu, se tivesse tido oportunidade de escolher, nunca seria portuguesa e estes mentecaptos querem sê-lo por opção? Eh pá, vão trabalhar pra países desenvolvidos e deixem estar o nosso nesta situação que está muito bem como está!
Estrangeirada em Portugal? Só pra virem conhecer o Zezé Camarinha e ouvi-lo a falar inglês melhor que o Mourinho


De Anónimo a 2 de Março de 2007 às 21:42
Reduzir o direito à habitação a grupos criados pelo Bloco de Esquerda revela uma profunda ignorância e uma cegueira confrangedora. Já tinhamos percebido uma obsessão pelo BE... O cumprimento do art.º 65º é uma luta que ultrapassa o partidarismo, pois é de uma dimensão universalista baseada nos direitos do homem. Desconheço qualquer palavra de ordem que indique «casas à borla»... e acredito que, mesmo embrenhado no seu autismo, seja capaz de compreender que qualquer cidadão ou cidadã tem direito a um tecto.


De Anónimo a 28 de Fevereiro de 2007 às 18:41
É triste que existam pessoas neste país que revelem uma extrema falta de sensibilidade e de solidariedade em relação aos problemas que os imigrantes atravessam... é, de facto, triste que não compreendam que estas pessoas saem dos seus países com o objectivo de poder fornecer melhores condições de vida e garantir um futuro aos seus filhos. É triste que existam pessoas no séc. XXI que culpem outras pessoas por terem nascido em países pobres e sem condições quando o seu próprio país sobrevive às custas de ajudas vindas do exterior.
Os senhores que aqui manifestaram esta opinião talvez gostassem que, segundo a constituição portuguesa, os imigrantes fossem privados de quaisquer direitos e fossem, até, expulsos do nosso país... eu gostaria que a nossa constituição previsse este tipo de pensamento, esta falta de solidariedade humana e gostaria de poder ajudar aqueles que são educados a luz desta forma de pensar.

P.S: peço desculpa, principalmente à minha consciência por estar a comentar este texto


Comentar post

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post