Quarta-feira, 7 de Março de 2007
Jornalismo de causas e o Museu do Estado Novo
populares1.jpg
Populares segundo a comunicação social, "skinheads" segundo o PCP


populares2.gif
Populares segundo a comunicação social, "skinheads" segundo o PCP


A câmara municipal de Santa Comba Dão, dando voz aos anseios da população, decidiu avançar com a intenção de criar um Centro de Estudos e Museu do Estado Novo na antiga casa de Oliveira Salazar, sita na freguesia do Vimieiro. Quem não esteve pelos ajustes foram os irredutíveis comunistas da secção de Viseu, pomposamente denominados “União de Resistentes Anti-Fascistas (URAF)”, que continuam a resistir ao passar dos tempos. Este grupo de Estalinistas decidiu assim levar a cabo uma “sessão de informação” no salão municipal de Santa Comba Dão, com o intuito de ensinar às gentes locais o seu conceito de Liberdade e Democracia. Para completar o ramalhete, a comunicação social noticiava ainda que estaria em preparação uma outra manifestação, a levar a cabo por skinheads e pela “Extrema Direita”, a decorrer também em Santa Comba Dão no mesmo dia. Antecipavam-se tumultos.


Os mesmos órgãos de informação que haviam noticiado a manifestação de skinheads, noticiavam no dia seguinte: “Ao contrário do que se esperava, não foi notada na cidade a presença de quaisquer grupos ou elementos de extrema-direita”, “Desde o princípio da tarde de hoje que centenas de populares de Santa Comba Dão se juntaram no Largo do Balcão, no centro de Santa Comba Dão, para protestar contra a reunião promovida pela União de Resistentes Anti-Fascistas (...)”.


Quem não se deixou enganar foram os irredutíveis resistentes “anti-fássistas”. Em comunicado publicado hoje pelo Portugal Diário (http://www.portugaldiario.iol.pt/), o PCP voltava a insistir que teria ocorrido em Santa Comba Dão uma contra-manifestação não autorizada de skinheads e da Extrema Direita, promovida pela Frente Nacional e pela Juventude Nacionalista. A comunicação social até pode confundir velhinhas com skinheads, mas ninguém engana o PCP.

Enquanto me preparava para escrever um texto tecendo rasgados elogios à sagacidade dos responsáveis Comunistas, constatei que algo de estranho se passara: o artigo em questão desaparecera do “site” do Portugal Diário. Não foi possível encontrá-lo nem mesmo usando o motor de busca disponibilizado pelo “site”. Este não foi no entanto o único facto estranho relacionado com a actuação da comunicação social neste caso: Nos “sites” das organizações de “Extrema Direita” que alegadamente se estariam a preparar para estar presentes em Santa Comba Dão, não foi possível encontrar qualquer referência a essa eventualidade. Se eu não soubesse que o jornalismo em Portugal é conduzido por pessoas sérias, honestas e idóneas, ainda seria levado a pensar que alguém inventou isso, e que os restantes jornalistas copiaram com o profissionalismo que lhes é reconhecido.


publicado por thestudio às 01:21
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Rosali a 14 de Março de 2007 às 19:46
skinhead é um termo muito abrangente... uma vez os skinheads na decada de 60, foram "anti racistas", e hj, não é pra dizer "skinhead", mas neo nazista! Que lindo, so pq os primeiros skinheads não eram racistas, então eram bonzinhos?
vai vendo....como se o mundo fosse dividido entre brancos e negros!!!! eles agrediam paquistaneses. geralmente é assim, se agarrar a ideologias e costumes do passado é muito convincente, pois não exige nosso esforço real, e sim, um certo pedantismo pra falar de 'verdades'.


De Just a stupid person with an ideology a 12 de Março de 2007 às 12:43
Venho por este meio deixar uma mensagem de incentivo e apoio às pessoas que, sendo de extrema direita, não concordam com o ideal de beleza praticado pelos skinheads. Basta de procurar um careca quando se quer apanhar um fascista! Aqueles que querem homenagear o Salazar mas não querem rapar o cabelo não podem ser discriminados e quiçá confundidos e tidos como (oh meu deus, tudo menos isso, por favor, dizem eles) pessoas democráticas. Deixo aqui um testemunho de um queixoso: "Numa manif, quis gritar contra os imigrantes e os pretos, mas ninguém me leva a sério desde que, por motivos pessoais, fui obrigado a deixar crescer o cabelo e a barba. Já fui barrado à entrada de uma reunião do PNR e tudo". Não há condições, realmente. Agradeço aos camaradas do PCP por aceitarem fascistas tenham eles que compleição física tiverem.


De Carlos Miguel Sousa a 8 de Setembro de 2009 às 18:19
O estado novo representa acima de tudo e antes de mais, meio século da nossa história. A criação de um Museu do Estado Novo em termos fisicos só fará sentido em Santa Comba Dão se for esse o desejo maioritário dos filhos da terra. Porque ao fazerem-no na terra onde nasceu o Dr. António de Oliveira Salazar, não estão só a criar um museu, estão tambem e implicitamente a homenagear um filho da terra. Num pais que permite touros de morte em Barrancos, porque é essa a tradição de séculos, ninguem de bom senso se pode opôr á criação deste museu, se assim for o desejo dos cidadãos de Santa Comba. A criação de um museu do estado novo, só irá reforçar a nossa democracia, pois é um passo no sentido de ultrapassar os fantasmas do passado recente, mas ao mesmo tempo evitar dessa forma que o mesmo se repita.
Afinal o que seria do holocausto Judeu, senão fossem todos os museus dedicados a esse tema por esse mundo fora. E no dia em que esse holocausto for esquecido por falta de divulgação como foi o holocausto ucraniano de Estalin,( maior em numero de pessoas mortas e com um impacto ainda hoje sofrido pela ucrãnia ), corremos o risco de algo semelhante se voltar a repetir. Um museu do estado novo, em Santa Comba, só reforça a nossa democracia. Nada mais. Não sou de extrema direita, nem de extrema esquerda, sou um cidadão português, e tenho orgulho de o ser, apesar de tudo.


Comentar post

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post