Sexta-feira, 16 de Março de 2007
Comunistas e capitalistas: A improvável aliança
Quando um capitalista defende o Estado Social e causas de Esquerda, algo de errado se passa. No entanto foi isso mesmo que aconteceu ontem, no programa de economia da SIC notícias. Um dos economistas que habitualmente por lá comenta, (penso que pertence ao Diário Económico), defendeu que a imigração e a existência de um Estado Social em Portugal são bons para o país. Não estou enganado, não foi nenhum Louçã nem nenhum Jerónimo a proferir tal afirmação. Foi mesmo um defensor dos interesses do grande capital.

A sua justificação é muito simples: A imigração aumenta o desemprego, e quanto mais elevado o desemprego melhor para a economia do país. Isto porque os salários dos trabalhadores tendem a descer devido ao aumento da procura, e as empresas tornam-se mais lucrativas. E é por isso que há necessidade de um Estado Social: Havendo uma taxa de desemprego muito elevada, é necessário que haja um forte Estado Social para apoiar o elevado número de pessoas excluída do mercado de trabalho.

O que este inteligente se esquece, é que o país não ganha nada com isto. O aumento dos lucros das empresas não se deve a um aumento da produtividade ou da sua eficiência mas sim a uma perda nos salários da classe trabalhadora. Quem ganha com isto são apenas os empregadores, e ganham exactamente na mesma medida em que os trabalhadores assalariados perdem. Assim, os mais desfavorecidos acabam por se tornar dependentes da Segurança Social, e a Classe Média paga a factura.

Curiosamente, imigração, desemprego e salários baixos são também defendidos por aqueles que se dizem defender os interesses dos trabalhores. Como afirmou em tempos o Eng. António Guterres durante uma campanha autárquica, os Comunistas não querem que os problemas sociais se resolvam mas sim que eles se perpetuem, pois uma vez que não existam problemas sociais, votar no PCP não faz sentido. Por este motivo, PCP e BE não se têm poupado a esforços no sentido de defender tudo o que possa conduzir a um aumento do desemprego e dos baixos salários em Portugal. Não defendem apenas que se abram fronteiras a novos imigrantes, sem qualquer critério, quando já temos dezenas de milhares de imigrantes desempregados. Também se batem pela rigidez na legislação laboral afastando assim de Portugal novas empresas, potencialmente criadoras de emprego.

O caso do Bloco de Esquerda é particularmente caricato: Na legislação sobre o aborto defendem que devemos ter leis idênticas ao resto da Europa “para chegarmos ao século XXI”. Na legislação laboral defendem exactamente o oposto, a caminho do século XIX.


publicado por thestudio às 17:22
link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De The Studio a 30 de Março de 2007 às 19:04
Caro anónimo, eu não defendo as minhas posições com o argumento "vamos chagar ao século XXI", se bem que no caso da legislação laboral, dado que o modelo de sociedade tem evoluido, a lesgislação também deve evoluir. Já o aborto é uma questão ética.


De Anónimo a 29 de Março de 2007 às 21:54
"O caso do The Studio é particularmente caricato: na legislação laboral defende que devemos ter leis idênticas ao resto da Europa "para chegarmos ao século XXI"; na legislação sobre o aborto defende exactamente o contrário: a caminho do século XIX." Ou seja, na prática, és igual a eles ao nível da argumentação, só que não tens discernimento para perceber...


De Pedro_Nunes_no_Mundo a 16 de Março de 2007 às 23:00
Saúdo a existência deste blog.

Denunciar o teatro da esquerda é uma rara arte artesanal.

E há tão pouco tempo de vida...

http://pedronunesnomundo.blogspot.com/



De Just a stupid person with an ideology a 16 de Março de 2007 às 17:31
Não tenho tempo para comentar hoje, sugiro apenas uma leitura atenta a:
http://www.acime.gov.pt/docs/Publicacoes/Mitosefactos.pdf (http://www.acime.gov.pt/docs/Publicacoes/Mitosefactos.pdf)


Comentar post

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post