Segunda-feira, 26 de Março de 2007
RTP elege o Maior Português de Sempre: Professor Oliveira Salazar
Image Hosted by ImageShack.us

O Professor António de Oliveira Salazar, o obreiro da pátria, foi ontem agraciado na gala da RTP com o título de "O Maior Português de Sempre", conferido ao vencedor do concurso "Os Grandes Portugueses". A vantagem do Professor Salazar foi esmagadora, 41% dos votos contra 19% do segundo classificado, o que mostra que passado o obscurantismo dos tempos revolucionários, a nação começa finalmente a reconhecer a obra de um dos seus filhos pródigos.

O caos da Primeira República, em que os governos se sucediam a uma velocidade alucinante (45 governos em apenas 16 anos), terminou com um Golpe de Estado levado a cabo por uma Junta Militar. O país estava ingovernável e atravessava uma recessão profunda com um défice completamente descontrolado. Apenas um homem poderia salvar as finanças do país: O insigne catedrático de Coimbra, Professor Oliveira Salazar. Salazar começou por recusar integrar o governo, mas após muita insistência mesmo entre o seu círculo de amigos, acabou por aceitar a pasta das finanças tendo então afirmado "Não faço isto por mim, faço isto pelo país".

Salazar conseguiu salvar as finanças do país, assim como salvaria depois Portugal da II Guerra Mundial. Com o défice controlado, Salazar procedeu então à construção das grandes infra-estruturas do país, que à data eram quase inexistentes. A ele se devem a maioria das grandes obras do país, como a barragem de Castelo de Bode, que abastece Lisboa de água, ou a ponte sobre o Tejo. Foi também sob o seu governo, Portugal beneficiou do maior crescimento económico desde que há registos.

Salazar, um homem honesto e íntegro como não se encontra hoje entre a classe política, chegou ao governo pobre e assim morreu. No concurso da RTP, o povo Português prestou finalmente a justa homenagem àquele que foi sem dúvida um dos maiores Portugueses de sempre. Obrigado Salazar.


publicado por thestudio às 20:07
link do post | comentar | favorito

16 comentários:
De CA a 3 de Maio de 2007 às 14:41
Parece-me ser de uma cegueira politica apagar tudo o que ele fez de mal e salvaguardando apenas o que fez de bem. E demasiado ingenuo, mesmo para uma paradoxal extrema-direita que se arroga de inteligente.
Devia haver um equilibrio entre aquilo que se fez de bem e aquilo que se fez de mal. Ter palas nos olhos e olhar apenas numa direccao, e nao ter uma visao holistica. E por isso que a extrema-direita e motivo de chacota, nao so pela esquerda, mas tambem pelo centro.


De Andr a 10 de Abril de 2007 às 19:35
Meu caro senhor, não seja hipócrita. Nem sequer pense em colar o crescimento económico do pós-II Guerra Mundial à ditadura fascista. Uma coisa é dizer que esse foi o período de maior expansão económica, aquele em que as taxas mais cresceram. De acordo. Outra completamente diferente é dizer que isso se deve às políticas de Salazar. Salazar só houve um mas o histórico crescimento económico deu-se em todos os países da Europa. Procure na Internet: Golden Age


De Anónimo a 5 de Abril de 2007 às 01:06
deves comer merda às colheres...


De Jesus a 29 de Março de 2007 às 22:54
Obrigado Salazar por 30% de analfabetismo da população em Portugal nos anos 70, obrigado Salazar por 5% da população deterem 95% da riqueza nacional, obrigado Salazar por só haver 15 km de auto-estradas em Portugal até a sua morte, obrigado Salazar por anos de fome para que tropas de ditadores podessem matar pessoas com o papo cheio, obrigado Salazar pela PIDE, pelos bufos, por prisões arbitrarias e torturas a presos politicos, obrigado Salazar por 50 anos de eleições fraudolentas onde os mortos iam votar, obrigado Salazar pelo assassinio de opositores politicos que lutavam por Liberdade, obrigado Salazar por uma guerra colonial que arrasou a economia portuguesa.

Obrigado por tudo.
Só foi pena teres existido.


De Anónimo a 29 de Março de 2007 às 21:47
Honesto e íntegro um homem que manda matar para não sujar as mãos com sangue? Que obriga filhos a denunciar pais para não lhes desgraçarem a vida? Cada um com a sua noção de integridade. Também deves achar que Hitler e Lenine são muito íntegros...


De Joo Andrade a 28 de Março de 2007 às 15:15
Estes senhores ( em letra pequena )de esquerda esqueçem-se que as politicas que mais pessoas matou foram as delas. Nem lhes passava pelos neurónios que salazar podesse ganhar por isso nem votaram, depois de tantos anos a fazerem politicas de que Salazar era de direita e com as mesmas ideias dos partidos com PP/CDS - PSD .Enganaran-se


De Pantera a 27 de Março de 2007 às 20:55
Amigo the Studio parece-me tudo bem em relação ao fórum, tente lá entrar de novo sff..

Um abraço


De Gaspar LDVS a 27 de Março de 2007 às 19:22
De facto, só os fanáticos do PNR e do PP (os do CDS ainda se vão moderando...) é que votam no programa, porque de resto, ninguém quer saber.
Por outro lado existe uma frente da JCP com apoios do Comité Central para defender o ungido comuna.



De Gaspar LDVS a 27 de Março de 2007 às 19:14
António Manuel Hespanha, autor de inúmeras obras... reclama para si tudo menos idoneidade - é defensor de que por detrás de cada norma jurídica estão ideias políticas e defende, também por isso, um sistema normativo pluralista...
Além disto, o Professor Hespanha, que é tão reconhecido entre os juristas quanto entre os historiadores, é laico e parece-me ser próximo do ideário do bloco de esquerda...

Em contraste, José Matoso, apesar de não ter menos reconhecimento no estudo da história medieval e das obras de que é autor, foi monge 20 anos, em regime de clausura. depois disso, e continuando crente, casou, teve vários filhos e lecciona história medieval...

estes e muitos outros assinantes do texto em causa opõem-se ao programa da RTP, Os Grandes Portugueses, pela sua anacronia, pelo seu carácter descontextualizante, pelo seu reducionismo, pela ideia abstrusa do passado que em vez de explicar publicita (faz o culto de personalidades) e porque os representantes dos candidatos a grandes tugas são tudo menos inocentes...


De Borges a 27 de Março de 2007 às 15:25
Política XIX. De facto isto parece um blog de sobre política do século XIX! Cumprimentos democratas!


Comentar post

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post