Segunda-feira, 5 de Julho de 2010
Campeonato do Mundo - Quartos de Final

 

 

.
Brasil vai a pique como o Titanique
Frente a frente duas selecções que poderiam perfeitamente disputar a final do Campeonato do Mundo. De um lado o Brasil, grande dominador do futebol Sul-Americano que apurou as cinco selecções na fase de grupos. Primeiro no ranking da FIDE, primeiro no ranking ELO e primeiro na bolsa de apostas. Do outro lado a Holanda. Há dois anos a Holanda encantou no Euro, goleando a Itália e a França na fase de grupos antes do tropeção na Rússia. Depois disso ganhou todos os jogos na fase de apuramento, todos os jogos na fase de grupos e derrotou a Eslováquia nos oitavos de final. O Brasil entrou imperial e nos primeiros dez minutos já tinha furado por duas vezes a defesa laranja. Uma em fora de jogo, outra redundou no 1-0. Durante a primeira parte o Brasil, apesar de não ter conseguido mais oportunidades claras de golo, controlou o jogo com facilidade. O Brasil era como o Titanic. O navio cujo casco tinha sido preparado para resistir a tudo. O navio que podia possuia compartimentos estanque podendo resistir a vários rombos no casco. O navio que nem Deus podia afundar.
O navio estava preparado para tudo menos para um golpe de raspão ao longo do casco. Tal eventualidade não estava prevista e o casco estilhaçou. O Titanic foi a pique e nem Deus o salvou. O iceberg do Brasil foi a tremideira. Na segunda parte os jogadores brasileiros pareciam meninas num exame de condução. As pernas tremiam e os erros sucediam-se: Um auto-golo, o jogador mais baixo em campo a marcar um golo de cabeça em plena pequena-área do Brasil e Felipe Melo expulso infantilmente. O Brasil foi a pique a e Holanda ainda de baile.
.
Gana quase engana
Uruguai vs. Gana. De um lado a sexta selecção mais cotada do mundo, com boas exibições até ao momento neste mundial. Do outro lado a última selecção sobrevivente do continente Africano, com uma passagem atribulada na fase de grupos mas uma exibição mais positiva frente aos Estados Unidos. O jogo iniciou-se como Uruguai a tomar conta das operações, a pressionar, mas sem conseguir fazer grandes estragos na bem estruurada defesa Ganesa. Quanto ao Gana nem precisou de se aproximar da baliza adversária. Marcou e marcou de muito longe. A segunda parte continuou com a mesma toada e o Uruguai só mesmo de bola parada conseguiu chegar ao empate.
Veio o prolongamento e chegaram as emoções fortes. o Gana começa a jogar à Porto com os jogadores a atirarem-se para o chão para queimar tempo. Mas o Uruguai quebra fisicamente e  Gana tem tudo para chegar às meias finais. Até um penalti. Mas nem assim. Penalti falhado e desempate por penaltis. Os Ganeses pareciam crianças a passar a bola ao guarda-redes adversário e foram para casa.
.

Alemanha cheia de manha

À partida, o Alemanha-Argentina poderia perfeitamente ser uma final do Mundial. Na realidade o jogo terminou aos dois minutos, o tempo que a Alemanha levou a sentenciar o jogo. Apesar de contar com Messi, Higuain e Tevez (e Milito no banco) a Argentina nunca conseguiu criar perigo. E a Alemenha repetiu o que fez com a Inglaterra. Quando ia lá à frente era o "ai nos acuda" e o resultado foi-se avolumando. Sem espigas.

 

.

San Árbitro de nuevo
O Paraguai-Espanha inciava-se com todo o mundo a torcer para que a moça se despisse, isto é, que o Paraguai ganhasse. A Espanha jogou da forma habitual, controlando a posse de bola. O Paraguai defendia bem e lançava ataques venenosos. E a meio da primeira parte marcou mesmo.

Valeu o árbitro, seguramente um LGTB, a anular o golo paraguaio. A segunda parte continuou com a mesma toada mas com o Paraguai a ficar mais recuado. Ainda assim dispuseram de uma grande penalidade a meio da segunda parte. Os Espanhóis online apenas comentavam "estamos fuera"... mas Cardozo permitiu a defesa do guarda-redes. No lance seguinte é a vez de a Espanha beneficiar de uma grande penalidade a premiar a originalidade teatral de Villa. O penalti é convertido mas o árbitro manda repetir. À segunda o guarda-redes defende, manda a bola para a frente e comete uma nova grande penalidade ao tentar impedir que Fabregas chegasse à bola. Desta vez o árbitro mandou seguir. E a Espanha com a sorte habitual lá marcou num remate de Villa, depois de bater em ambos os postes. A boa notícia é que a Larissa, encantada com a prestação da Albiroja, vai-se despir na mesma.

 

 

 

 

 

 



publicado por thestudio às 23:30
link do post | comentar | favorito

Contacto

 thestudio@sapo.pt

pesquisar
 

PARTIDOS DEMOCRÁTICOS PORTUGUESES:

_______

 BLOGS

Abrupto
Anjos e Demónios
Arrastão
Atlantys

 

Biblioteca de Babel
Bichos Carpinteiros
Biodesagradaveis
Blasfémias
Blog Anti blog
Boas intenções

 

Causa Nossa
Cegos Surdos e Mudos
Cinco Dias
Confraria do Atum

 

Demokratia
Diário de uma Boa Rebelde
Do Portugal Profundo

 

Faccioso

 

Gengibre Lilás
Grande Loja do Queijo Limiano

 

Império Lusitano
Impertinências
It's a Perfect Day Elise

 

Jardim do Arraial

 

Legião Invicta
Letras com Garfos
Lusitânia 88

 

Máquina Zero

 

Nova Frente

 

Observatório da Jihad
O Carvalhadas
O Crepúsculo
O Comunista
O Fogo da Vontade
O Insurgente
O Número Primo
O Triunfo dos porcos
O Velho da Montanha

 

Pena e Espada
Pictured Words
Política Maluca
Portvgvesa
Propriedade Privada

 

SG Buiça
Soberania e Nacionalismo
Some like it hot

 

The Flying Circus
Tomar Partido 2
Trinta e um da Armada

 

Último Reduto

 

REST IN PEACE
All pigs must die
Batalha final
Blog17
Blog Anti-Anacleto
Demokratia (antigo)
Dextera Vox
Galeria dos Horrores
O Número Primo (antigo)
Semiramis
Tomar Partido
posts recentes

...

Melhor marcador do Euro 2...

Euro 2012 odds

Xadrex Comb. (1)

A um amigo que discorda (...

Aventuras do Eng. Pinóqui...

Hello Boys !!

Assim vai Portugal

Acampamento de jovens do ...

Coincidências

arquivos

Junho 2012

Junho 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Março 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

blogs SAPO
subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post